Cichorium intybus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Chicória)
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCichorium intybus
Illustration Cichorium intybus0 clean.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Clado: angiospérmicas
Clado: eudicotiledóneas
Ordem: Asterales
Família: Asteraceae
Género: Cichorium
Espécie: C. intybus
Nome binomial
Cichorium intybus
Sinónimos[1] [2]
  • Cichorium balearicum Porta
  • Cichorium byzantinum Clementi
  • Cichorium caeruleum Gilib.
  • Cichorium cicorea Dumort.
  • Cichorium commune Pall.
  • Cichorium cosnia Buch.-Ham.
  • Cichorium divaricatum Heldr. ex Nyman
  • Cichorium glabratum C.Presl
  • Cichorium glaucum Hoffmanns. & Link
  • Cichorium hirsutum Gren.
  • Cichorium illyricum borb.
  • Cichorium officinale Gueldenst. ex Ledeb.
  • Cichorium perenne Stokes
  • Cichorium rigidum Salisb.
  • Cichorium sylvestre Garsault
  • Cichorium sylvestre (Tourn.) Lam.

Cichorium intybus conhecida popularmente como chicória é uma erva bianual da família das Compositae, nativa da Europa e da Ásia posteriormente cultivada em todo o mundo, é utilizada na alimentação e como planta medicinal.[3]

Outros nomes[editar | editar código-fonte]

É conhecida como radicchio na culinária italiana onde é usada como salada.[4]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Sua altura varia entre 20cm e 50cm, tem talo cilíndrico,[5] suas folhas são lanceoladas, de bordos sinuosos, suas flores são de um azul vivo e reúnem-se sempre inflorescências abrindo-se sob forma de estrela e florescem da primavera até o Outono.[6]

Fitoterapia[editar | editar código-fonte]

Popularmente é usada para tratar problemas hepáticos e também como tônico e depurativo do sangue e ainda como laxante.[6]

As raízes torradas e moídas possuem propriedades tonificantes e são usadas como substituto do café,[5] é hipoglicêmico, aumenta a secreção bilear, hepatoprotetor, atua no glicogênio do fígado e promove a digestão.[7]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cichorium intybus L. synonyms. Tropicos.org. Missouri Botanical Garden. Página visitada em 23 March 2014.
  2. Cichorium intybus L.. The Plant List (2013). Página visitada em 23 March 2014.
  3. GIL FELIPPE; LILIAN PENTEADO ZAIDAN (2008), Do Eden Ao Eden], Senac, p. 268, ISBN 978-85-7359-759-2
  4. Edward C. Smith (2011), The Vegetable Gardener's Container Bible: How to Grow a Bounty of Food in Pots, Tubs, and Other Containers, Storey Publishing, LLC, p. 201, ISBN 978-1-60342-698-5
  5. a b Frederico Moreira (1971), As plantas que curam: cuide da sua saúde através da natureza, Ryoki Inoue Produções, p. 118, ISBN 978-85-289-0029-3
  6. a b EDWARD BACH, A Terapia Floral], GROUND, p. 253, ISBN 978-85-7187-026-0
  7. Bashar Saad; Omar Said (2011), Greco-Arab and Islamic Herbal Medicine: Traditional System, Ethics, Safety, Efficacy, and Regulatory Issues, John Wiley & Sons, p. 158, ISBN 978-1-118-00226-1
Ícone de esboço Este artigo sobre asteráceas, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cichorium intybus