Chris Gardner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chris Gardner

Christopher Paul Gardner (Milwaukee, 8 de fevereiro de 1954) é um empresário norte-americano1 .

História[editar | editar código-fonte]

Um pai solteiro que não tinha dinheiro nem para alugar uma casa, chegando a ser despejado diversas vezes, vivendo em albergues para desabrigados, e tendo dormido até em banheiro de estação de metrô com o seu filho. Chris Gardner foi largado pela esposa, que não aguentava tanta dívida. Certo dia, com apenas $ 21,39 no bolso, um scanner portátil para ossos para vender, e na total miséria, viu um homem estacionar sua Ferrari, e perguntou ao mesmo: O que faz? E como faz? O homem respondeu que era um corretor da bolsa de valores. A partir dali Chris colocou na cabeça que seria um corretor e que um dia teria uma Ferrari. Só que a corretora empregava apenas um a cada seis meses, e a vaga era disputada por diversas pessoas.

Naquele momento começava a história da busca pela felicidade de Chris, o corretor que virou mito na Wall Street. O quase mendigo que comprou a Ferrari de Michael Jordan, montou sua própria empresa, e em 20 anos transformou 21 dólares e 39 cents em uma fortuna avaliada em torno de $ 600 milhões de dólares. Hoje, Chris Gardner já tem sua história contada em livro e filme, ambos denominados À Procura da felicidade, sendo o último estrelado por Will Smith


Referências