Club Nacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nacional
Logo del Club Nacional de Paraguay.png
Nome Club Nacional
Alcunhas La Academia
Tricolor
Fundação 5 de junho de 1904 (110 anos)
Estádio Arsenio Erico
Capacidade 8 500
Localização Assunção, Paraguai
Presidente Paraguai Robert Harrison
Treinador Paraguai Gustavo Morínigo
Patrocinador Paraguai Banco Continental
Paraguai Personal
Coreia do Sul Kia Motors
Material esportivo Itália Kappa
Competição Paraguai Campeonato Paraguaio
Website clubnacional.com.py
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Club Nacional é um clube de futebol paraguaio, sediado na cidade de Assunção.

Fundado em 5 de junho de 1904, é um dos clubes mais antigos do seu país. É conhecido pela alcunha "O Mais Querido", porque é reconhecido como o "segundo time" de simpatia no Paraguai, e também pelos apelidos "O Tricolor" "Nacional Querido" ou "A Academia".[1]

É dono do Estádio Arsenio Erico, cujo nome homenageia ao jogador revelado pelo clube e considerado como o melhor futebolista da história do futebol paraguaio. Como tem capacidade para apenas 5 mil pessoas, o Nacional manda suas partidas importantes e de copas internacionais no Estádio Defensores del Chaco.[2]

Ao longo de sua história, soma 9 títulos do Campeonato Paraguaio de Futebol. Participou de seis edições da Copa Libertadores da América, sem jamais ter passado da fase de grupos da competição até 2014, ano em que teve um campanha épica, onde chegou até a final. Acabou sendo vice-campeão, sendo superado pelos argentinos do San Lorenzo.

História[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Nacional, Arsenio Erico é considerado o maior jogador da história do Paraguai.

Fundado em 1904, o Nacional conquistou seus primeiros títulos em pouco tempo, tendo faturado a Primeira Divisão do Campeonato Paraguaio em 1909 e 1911 (este de forma invicta). Treze anos depois, o clube voltaria a conquistar dois nacionais em três anos: 1924 e 1926.

Depois de passar a década de 1930 "em branco", o Nacional voltou a ser campeão paraguaio na temporada 1942, em um título lembrado pela presença do maior ídolo Arsenio Erico, emprestado pelo Independiente.[1] Quatro anos depois, veio o sexto título paraguaio da história do Nacional.

No entanto, o clube vivenciou 65 anos de jejum sem grandes conquistas. Entre altos e baixos, o Nacional chegou até a cair para a Segunda Divisão algumas vezes. O fim da seca ocorreu com a conquista do Torneio Clausura de 2009. Nos anos seguintes, vieram mais dois títulos paraguaios, ambos no Torneio Apertura, nas temporadas 2011 e 2013.[3] Em 2014, o maior momento de sua historia: a classificação para a final da Copa Libertadores, sendo o segundo clube paraguaio a conseguir este feito (Olimpia foi o outro).

Títulos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Algo de historia de Nacional de Paraguay (em espanhol) La Patria (11 de julho de 2011). Visitado em 12 de maio de 2014.
  2. [El Rival Club Nacional de Paraguay] (em espanhol) Independiente de Santa Fe (fevereiro de 2014). Visitado em 12 de maio de 2014.
  3. EFE (10 de junho de 2013). Nacional campeón paraguayo (em espanhol) ESPN Deportes. Visitado em 12 de maio de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]