Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica (ICZN) é uma organização permanente dedicada a obter estabilidade e consenso na nomenclatura científica dos animais. Foi fundada em 1895, e conta com 28 membros de 20 países diferentes, basicamente zoólogos taxonomistas atuantes. Os membros são eleitos pelos zoólogos em assembléias da União Internacional de Ciências Biológicas (IUBS) ou outros congressos internacionais de zoologia.

Entre os deveres da Comissão encontram-se:[1]

  • levar em consideração, por um período e pelo menos um ano antes de um congresso, toda proposta de alteração do Código;
  • submeter aos congressos recomendações para o esclarecimento e modificação do Código;
  • formular declarações (emendas provisórias), que incorporam tais recomendações;
  • formular opiniões e diretrizes em questões de nomenclatura zoológica que não envolvam alteração do Código;
  • compilar listas oficiais de nomes e trabalhos aceitos e índices oficiais de nomes e trabalhos rejeitados em zoologia;
  • apresentar aos congressos relatórios de seus trabalhos;
  • incumbir-se de outros deveres que os congressos possam determinar.

A ICZN publica o Código Internacional de Nomenclatura Zoológica (chamado de "O Código"), contendo as regras formais universalmente aceitas que regem a aplicação dos nomes científicos de todos os organismos tratados como animais.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. PAPAVERO, N. (org.) Fundamentos Práticos de Taxonomia Zoológica (Coleções, Bibliografia e Nomenclatura). 2a ed. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Taxonomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.