Constante universal dos gases perfeitos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A constante universal dos gases perfeitos é uma constante física que relaciona a quantidade de um gás (medida em número de moléculas) com a pressão e a temperatura. Um gás perfeito é um gás imaginário que respeita esta constante a qual assume que o volume da molécula é zero. A maioria dos gases aproximam-se deste comportamento desde que em condições de pressão e temperatura suficientemente afastados do ponto de liquefação ou sublimação.

R = 0,082 \left [ \frac{\textrm{atm} \cdot \textrm{L}}{\textrm{mol} \cdot \textrm{K}} \right ]
= 62,3 \left [ \frac{\textrm{mmHg} \cdot \textrm{L}}{\textrm{mol} \cdot \textrm{K}}\right]
= 1,98 \left [ \frac{\textrm{cal}}{\textrm{mol} \cdot \textrm{K}} \right ]
= 8,31 \left [ \frac{J}{\textrm{mol} \cdot \textrm{K}} \right ]
= 8,31 \cdot 10^{7} \left [ \frac{erg}{\textrm{mol} \cdot \textrm{K}} \right ]

(A constante R é igual ao produto da constante de Avogadro pela constante de Boltzmann:  R=N_A K_B )
Valor de R Unidades
287,0530 (ar) J · Kg−1 . K−1
8,314462 J · K−1 · mol−1
0,0820574587 L · atm · K−1 · mol−1
8,20574587 x 10−5 m³ · atm · K−1 · mol−1
8,314462 cm3 · MPa · K−1 · mol−1
8,314462 L · kPa · K−1 · mol−1
8,314462 m3 · Pa · K−1 · mol−1
62,3637 L · mmHg · K−1 · mol−1
62,3637 L · Torr · K−1 · mol−1
83,14462 L · mbar · K−1 · mol−1
1,987 cal · K−1 · mol−1
6,132439833 lbf · ft · K−1 · g · mol−1
10,7316 ft³ · psi · °R−1 · lb-mol−1
8,63 x 10−5 eV · K−1 · atom−1
0,7302 ft3·atm·°R−1·lb-mol−1
1,987 Btu · lb-mol−1 · °R−1

Valor verdadeiro convencional para a constante R[editar | editar código-fonte]

Atualmente o CODATA[1] recomenda para o valor da constante R de um gás ideal, o seguinte valor:

8,31 (notação concisa)
ou

8,3144621

Este é o melhor valor estimado para a constante molar dos gases, conhecido também como valor verdadeiro convencional (de uma grandeza)[2]

A constante R é utilizada na fórmula dos gases ideais:

P = \frac{nRT}{V} = \frac{RT}{V_{\rm m}}

onde

P é a pressão do gás
T é a temperatura (absoluta) do gás
V é o volume ocupado pelo gás
n é a quantidade de gás (usualmente expresso em número de moles)
V_{\rm m} é o volume molar do gás

A forma

P \cdot V = n \cdot R \cdot T

também é bastante conhecida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências


Portal A Wikipédia possui o portal:


Ícone de esboço Este artigo sobre Termodinâmica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.