Crotone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Crotone
Crotone Lungomare.jpg
Localização de Crotone
País  Itália
Região Flag of Calabria.svg Calábria
Província Crotone
Administração
 - Prefeito Peppino Vallone (PD) de 28 de maio de 2006
Área
 - Total 179 km²
Altitude 8 m (26 pés)
População
 - Total 60,517 (censos 2 004)
    • Densidade 333,7/km2 
Código Postal 88900
Código ISTAT 101010
Comunas limítrofes Cutro, Isola di Capo Rizzuto, Rocca di Neto, Scandale, Strongoli
Prefixo telefônico 0962
Fiscal D122
Orago padroeiro São Dionísio
Sítio http://www.comune.crotone.it/

Crotone ou Crotona é uma comuna italiana da região da Calábria, província de Crotone, com cerca de 60.517 (censimento 2004) habitantes. Estende-se por uma área de 179 km², tendo uma densidade populacional de 333,7 hab/km². Faz fronteira com Cutro, Isola di Capo Rizzuto, Rocca di Neto, Scandale, Strongoli.[1] [2] [3]

História[editar | editar código-fonte]

Crotona (em grego: Κρότων; em latim: Crotona) foi uma antiga cidade-estado da Magna Grécia. Foi fundada por aqueus no século VIII a.C. Foi importante centro cultural e político e disputou a hegemonia da região com sua cidade rival, chamada Síbaris. A cidade de Crotona também foi importante para a filosofia: Pitágoras passou um tempo razoável na cidade e parece ter influenciado na vida política e Filolau, que revelou aspectos secretos do pitagorismo em um livro, também era desta cidade.

Há indícios de que um grande atleta grego, conhecido como Mílon de Crotona tenha nascido nesta ilha[4] . Ele competiu em várias edições dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, sendo campeão por cinco vezes consecutivas na luta livre. Segundo a lenda, ele treinava carregando um bezerro amarrado sobre seus ombros, que crescia à medida que o tempo passava, levando Milo a desenvolver sua força para carregar um bezerro cada vez mais pesado[5] [6] . E assim teria sido até que, na idade adulta, ele teria sido visto várias vezes carregando nada menos do que um touro nas costas.

Fundação[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada por um aqueu corcunda de nome Micelo, com ajuda de Árquias, o fundador de Siracusa[4] . Crotona foi fundada depois de Síbaris[4] . A cidade foi fundada no terceiro ano da 17a olimpíada[7] .

O nome de Crotona se deve a um habitante local, que hospedou Héracles[8] . Micelo, filho do argivo Alemon, teve um sonho em que Héracles o mandava fundar a cidade[8] . A cidade foi fundada onde havia o túmulo de Croton[9] .

Referências

  1. Statistiche demografiche ISTAT (em italiano). Dato istat.
  2. Popolazione residente al 31 dicembre 2010 (em italiano). Dato istat.
  3. Istituto Nazionale di Statistica (em italiano). Statistiche I.Stat.
  4. a b c Antíoco, citado por Estrabão, Geografia, Livro IV, Capítulo 1, 12 [fr] [en] [en] [en]
  5. Climbing: Training for Peak Performance. 2 ed. [S.l.]: The Mountaineers Books, 2008. p. 131. ISBN 9781594850981
  6. Human biology. 5 ed. [S.l.]: Jones & Bartlett Publishers, 2005. p. 229. ISBN 9780763728991
  7. Dionísio de Halicarnasso, Das antiguidades romanas, Livro II, 59.3 [em linha]
  8. a b Ovídio, Metamorfoses, Livro XV, 1-29, Micelo constroi a cidade de Crotona [em linha]
  9. Ovídio, Metamorfoses, Livro XV, 41-59, Micelo constrói a cidade de Crotona


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.