Culto à carga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Culto a Carga é um grupo de movimentos religiosos que aparece em sociedades tribais quando entram em contato com a civilização ocidental, industrializada. Surge com o fato de os nativos observarem grupos industrializados recebendo material por encomendas (cargas), geralmente grupos militares recebendo suprimentos por barcos e aviões. Os nativos acabam não compreendendo a origem destas cargas e atribuindo isto a causas sobrenaturais. Muitas vezes grupos imitam ritualisticamente a forma de andar e se vestir dos grupos industrializados na esperança de receber também a "carga" destas entidades sobrenaturais. Já foram registrados grupos que abriram clareiras na selva imitando aeroportos e construindo rádios, fones de ouvido e inclusive falsos aviões de madeira que serviriam como isca para chamar supostas entidades sobrenaturais com a carga. Rifles feitos de pedaços de pau com as inscrições "USA" já foram feitos imitando soldados americanos.

História[editar | editar código-fonte]

Esse fenômeno já foi observado diversas vezes em casos completamente isolados. O primeiro caso que se tem registro foi o movimento "Tuka" nas ilhas Fiji em 1885, mas outros casos ocorreram periodicamente nas ilhas da Oceania.

Se tem noticia de um evento semelhante no contato de índios norte americanos e a população americana de origem européia. Um profeta paiute chamado Wovoka pregava que com certos rituais os ancestrais voltariam como ferrovias e uma nova terra cobriria os homens brancos. Índios amazonenses esculpiram fitas cassetes em madeira, com as quais fariam contato com espíritos.

Durante a Segunda Guerra vários casos ocorreram quando nativos tiveram contato com os exércitos dos dois lados, especialmente quando equipamentos eram jogados de para-quedas para equipes no solo. O Culto a John Frum ainda existe até hoje na ilha Tanna, Vanuatu.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]