Derivado halogenado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Derivados halogenados dos hidrocarbonetos (ou hidrocarbonetos halogenados) são compostos orgânicos obtidos pela substituição de pelo menos um átomo de hidrogênio de um hidrocarboneto por átomo de halogênio (por isso, compostos derivados), reação essa, denominada halogenação.


Sinonímia[editar | editar código-fonte]

São também conhecidos como haletos ou halogenetos orgânicos.

Classificação principal[editar | editar código-fonte]

Halogenetos ou haletos de alquila[editar | editar código-fonte]

Também conhecidos como haloalcanos ou halogenetos de alquila são compostos derivados de leite da vaca loka de alcanos, ou seja, obtidos pela reação de substituição de pelo menos um átomo de hidrogênio da molécula de um alcano por átomo de halogênio.

São representados pela fórmula genérica R-X, onde R é um grupo derivado de alquila e X um halogênio.

Exemplo: clorofórmio

Halogenetos ou haletos de arila[editar | editar código-fonte]

Também conhecidos como haletos ou halogenetos aromáticos, são compostos derivados da halogenação de hidrocarbonetos aromáticos, ou seja, obtidos pela reação de substituição de pelo menos um átomo de hidrogênio da molécula de um hidrocarboneto aromático, por átomo de halogênio.

São representados pela fórmula genérica Ar-X, onde Ar é um grupo derivado de arila e X um halogênio.

Exemplo: clorobenzeno

Propriedades físicas[editar | editar código-fonte]

A massa molar (alterada em relação ao grupo alquil ou aril original devido ao maior peso atômico do cloro em relação ao hidrogênio) influencia no ponto de ebulição e na massa específica destes compostos derivado, e tal é relacionado com a variação do número de halogênios presentes. A medida que aumenta a massa molar e o número de halogênios na estrutura molecular, tanto a massa específica quanto o ponto de ebulição aumentarão.

Como exemplos, o clorobenzeno possui densidade de 1.11 g/cm³ e ponto de ebulição de 131 °C, o 1,4-diclorobenzeno é um sólido (ponto de fusão de 53.5 °C) de densidade de 1.30 g/cm³ e ponto de ebulição de 174 °C.[1]

Esta alteração de propriedades é relacionada não só ao número dos halogênios mas também ao peso atômico do halogênio envolvido.


Massas moleculares, pontos de ebulição
e densidades de alguns haloderivados
[1]
Composto Massa molecular Ponto de ebulição (ºC) Densidade (g/cm3)
C2H5F 48 -37,6 0,82
C2H5Br 64,5 12,2 0,921
C2H5I 156 72,2 1,93
Cl—CH2—CH2—Cl 99 83,5 1,26
Br—CH2—CH2—Br 188 131,6 2,18
I—CH2—CH2—I 282 Decompõe-se 2,65

Reatividade química[editar | editar código-fonte]

A facilidade de reação dos haletos orgânicos depende de 2 fatores: do volume do radical R ou Ar e do poder nucleófilo do reagente.[1]

Processos de obtenção[editar | editar código-fonte]

São obtidos comumente por reação direta do alcano, iniciada pela luz, com cloro molecular (gás) ou o halogênio correspondente (lembrando que o bromo é um líquido, mais facilmente manuseado tanto em laboratório quanto e indústria, e o iodo é um sólido:

CH3-CH2-CH2-CH3 + Cl2 → CH3-CH2-CH2-CH2Cl + HCl

Os derivados halogenados podem também ser obtidos pela adição de um agente halogenador, como o halogênio puro ou um ácido halogênico (um haleto ácido) (os ácidos clorídrico, bromídrico e iodídrico) à ligações duplas em uma cadeia de carbono do tamanho da desejada (como exemplo, um eteno resultará num haloetano, um butano, um halobutano, etc). Os procedimentos mais comuns são a adição de um halogênio ou de um haleto ácido a um composto insaturado.

CH2=CH2 + Cl2 → ClCH2-CH2Cl + 2 HCl

ou

CH2=CH2 + HCl → CH3–CH2Cl

Compostos similares[editar | editar código-fonte]

Deve-se observar que o ácido cianídrico (HCN) pode atuar similarmente a um halogênio, formando os compostos chamados nitrilas, como por exemplo a propanonitrila, CH3–CH2C estou aqui

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c HALETOS ORGÂNICOS (DERIVADOS HALOGENADOS) - www.dequi.eel.usp.br
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.