Difenilamina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Abril de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Difenilamina
Alerta sobre risco à saúde
Diphenylamine.png
Nome IUPAC Diphenylamine
Outros nomes N-Fenilbenzenamina;
N-Fenil Anilina;
DPA;
Anilinobenzeno;
(fenilamino)benzeno;
N,N-difenilamina;
big dipper;
C.I. 10355;
fenilbenzenamina;
Difenilamina;
Identificadores
Número CAS 122-39-4
Número RTECS 9
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C12H11N
Massa molar 169.23 g/mol
Aparência cristais brancos
Densidade 1.2 g/cm³
Ponto de fusão

53 °C (326 K)

Ponto de ebulição

302 °C (575 K)

Solubilidade em água Levemente
Riscos associados
Principais riscos
associados
Tóxico. Possível mutagênico. Possível teratogênico. Nocivo em contato com pele, e se ingerido ou inalado. Irritante.
NFPA 704
NFPA 704.svg
1
3
0
 
Frases R R23 R24 R25 R33 R50 R53
Frases S S36 S37 S45 S60 S61
Ponto de fulgor 152°C
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Fenoxibenzeno (éter fenílico)
Amina relacionados Anilina
Trifenilamina
4-Aminobifenil (isômero)
4-Aminodifenilamina
Ácido fenâmico (ácido 2-(fenilamino)benzoico)
Compostos relacionados Difenilmetano
Azobenzeno (Ph-N=N-Ph)
Difenilfosfina
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Difenilamina é o composto orgânico com a fórmula (C6H5)2NH. É um sólido incolor, mas amostras são frequentemente amarelas devido a impurezas oxidadas.[1]

Preparação e reatividade[editar | editar código-fonte]

Difenilamina é produzida pela deaminação térmica de anilina sobre óxido catalisador:

2 C6H5NH2 → (C6H5)2NH + NH3

É uma base fraca, com uma KB de 10−14. Com ácidos fortes, forma sais solúveis em água.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. P. F. Vogt, J. J. Gerulis, “Amines, Aromatic” in Ullmann’s Encyclopedia of Industrial Chemistry 2005, Wiley-VCH, Weinheim.