Dimorphandra mollis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaDimorphandra mollis
Favadanta02.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Género: Dimorphandra
Espécie: D. mollis
Nome binomial
Dimorphandra mollis

Dimorphandra mollis é uma espécie brasileira de árvore cujas sementes são tóxicas para o gado bovino. Os exemplares da espécie medem entre 8 e 14 metros de altura. É conhecida popularmente pelos nomes farinha, barbatimão-falso, barbatimão-de-folha-miúda, faveiro-do-cerrado,[1] fava-d'anta, faveira, favinha, canafístula e faveiro.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A casca é grossa. As flores são pequenas, amarelas, formando espigas envoltas por brácteas. O fruto é uma vagem achatada com sementes cilíndricas e com polpa rica em rutina.[2]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Farinha" procede do termo latino farina.[3] "Barbatimão" possui possível origem tupi.[4] "Faveiro" procede do latim faba.[5]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 758.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 758.
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 758.
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 232.
  5. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 762.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dimorphandra mollis
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Dimorphandra mollis
Ícone de esboço Este artigo sobre árvores, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.