Direção assistida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Direção hidráulica)
Ir para: navegação, pesquisa

A Direção Assistida foi inventada nos anos 20 por Francis W. Davis e George Jessup em Waltham, Massachusetts. A Chrysler Corporation introduziu o primeiro sistema de direção assistida disponível ao público em 1951 na Chrysler Imperial sob o nome de Hydraguide. A maioria dos novos automóveis tem direção assistida, apesar de nas décadas de 1970 e 1980 isso ser a excepção à regra, pelo menos nos automóveis europeus. A moda da tracção às rodas da frente, o facto de os automóveis se tornarem mais pesados aliado à crescente largura dos pneus, tornaram as manobras de um carro sem assistência, muito desgastantes em termos físicos, especialmente a velocidades baixas (e a estacionar, por exemplo).

Sistemas hidráulicos[editar | editar código-fonte]

A maioria dos sistemas de direção assistida consiste numa bomba de válvula rotativa e correia para fornecer pressão hidráulica e um conjunto de cilindro e êmbolo. A pressão é gerada com ajuda do motecta ou parado) o fluido hidráulico passa através de dois orifícios de iguais dimensões, aplicando assim pressões iguais em ambos os lados de um êmbolo, contido num cilindro, ligado ao mecanismo da direção. Ao mover-se o volante, é accionada uma válvula de distribuição que abre um dos orifícios e fecha o outro. O fluido exerce então pressão sobre apenas um dos lados do êmbolo, o que empurra o mecanismo de direção, na direção desejada. A pressão que é aplicada no êmbolo depende da força que o condutor aplica no volante.

Algumas novas implementações de sistemas hidráulicos também incluem uma válvula accionada electronicamente que reduzem a pressão hidráulica das linhas do fluido à medida que o veículo aumenta a velocidade

DIRAVI[editar | editar código-fonte]

No sistema DIRAVI invedFeel' nos Estados Unidos. O sistema DIRAVI foi uma importante contribuição para o ramo da condução ajustada à velocidade.

Sistemas eléctricos[editar | editar código-fonte]

A direção assistitemente de ser necessário a direção assistida ou não, sendo esta a razão principal pela introdução deste tipo de tecnologia.

Servotronic[editar | editar código-fonte]

Servotronic consiste numa direção assistida consoante a velocidade do automóvel, oferecendo conforto e conveniência ao condutor. A quantidade de força é maior a baixas velocidades. A altas velocidades, um sistema electrónico sensível reduz gradualmente o nível da força. O Servotronic é usado por vários fabricantes de automóveis incluindo Audi, BMW e Porsche. Servotronic é uma marca registada da AM General[1].

Sistemas electro-hidráulicos[editar | editar código-fonte]

Os chamados sistemas "híbridos" usam a mesma tecnologia que os sistemas de direção assistida normais, com a pressão hidráulica a ser fornecida por um motor eléctrico em vez de uma bomba com correia. Estes sistemas são usados em carros da Volkswagen, Audi, Peugeot, Citroën, SEAT, Skoda, Suzuki, MINI e em alguns carros da Mazda.

Quatro rodas direccionais[editar | editar código-fonte]

A Honda e Nissan implementaram um sistema de quatro rodas direcionais em alguns dos seus automóveis. Os modelos mais conhecidos são o Honda Prelude 4WS e o Nissan Skyline Super HICAS. Neste tipo de direcção, as rodas traseiras viram no sentido inverso das rodas dianteiras a baixa velocidade (para facilitar as manobras, nomeadamente o estacionamento) e no mesmo sentido das rodas dianteiras a alta velocidade (para aumentar a estabilidade do automóvel). O controlo das rodas traseiras é efetuado por uma centralina separada que utiliza vários sensores (de velocidade, posição do acelerador, ângulo de direcção e yaw) de forma a otimizar o comportamento do automóvel.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Direção assistida