Honda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Honda Motor Company, Limited
Honda Giken Kogyo Kabushiki Kaisha
本田技研工業株式会社
Honda-logo.svg
Sede da empresa em Aoyama, Tóquio
Slogan The Power of Dreams
(O Poder dos Sonhos)
Tipo Sociedade limitada
Cotação TYO: 7267, NYSE: HMC
Indústria Automobilística
Fundação 24 de setembro de 1948
Sede Japão Tóquio, Japão
Pessoas-chave Soichiro Honda (fundador)
Takeo Fukui (CEO)
Empregados 167.231
Produtos Automóveis, caminhões, motocicleta, motonetas, quadriciclos, geradores, robótica, equipamentos marinhos, jatos, equipamentos para jardins.
Marcas Honda e Acura
Página oficial honda.com
world.honda.com
honda.com.br

Honda Motor Company, Limited (本田技研工業株式会社, Honda Giken Kōgyō Kabushiki Kaisha?, Instituto Honda de Pesquisa Tecnológica Companhia Limitada) é um dos mais importantes fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo. Fundada por Soichiro Honda. Teve sua pronúncia "ronda" consolidada - antes "ondá" - após sua expansão e entrada no Mercado Alemão, determinando assim uma marca universal [1] Embora seja uma empresa sediada no Japão, a Honda exporta os seus veículos para o mundo inteiro.

Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 26 de outubro de 1971 começa a funcionar a Honda Motor do Brasil Ltda, responsável pela importação e distribuição dos produtos Honda no País. No início apenas motocicletas, dois anos mais tarde também produtos de força.

Primeira Fábrica[editar | editar código-fonte]

Em 1974, a Honda adquiriu um terreno de 1 milhão e 700 mil metros quadrados em Sumaré, no interior do estado de São Paulo, para instalar a fábrica de motocicletas. Um ano depois, o governo vetou a importação de motocicletas, o que forçou a Honda a antecipar seu projeto e construir sua fábrica em Manaus. A grande vantagem desta fábrica é a localização na Zona Franca, permitindo importar componentes do Japão com preço competitivo.

Tendo Pelé como garoto-propaganda, começa em setembro de 1976 a produção da Honda CG125, moto urbana de mecânica simples. Em 1977, eram fabricadas 34 mil motocicletas no mercado brasileiro e a Honda já respondia por 79% deste total.

Em 1981 foi produzida na fábrica de Manaus a primeira motocicleta a álcool do mundo, uma CG 125.[2]

Atualmente, segundo a ABRACICLO (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) a Honda produziu no Brasil no ano de 2005 um total de 981.590 motocicletas, o que corresponde a 80,9% da produção brasileira. O índice de nacionalização de uma CG 150 Titan é de 95%.

Segunda Fábrica[editar | editar código-fonte]

No ano de 1992 a Honda iniciou a importação de automóveis para o Brasil. Inicialmente com a comercialização dos modelos Accord e Accord Wagon, Civic Sedan, Civic CRX, Prelude e o Civic esportivo hatchback.

Com uma boa perspectiva a Honda decide construir uma fábrica de automóveis no terreno que mantinha há mais de 20 anos em Sumaré. Em 3 de junho de 1996 começam as obras da nova fábrica, que foi inaugurada em 6 de outubro de 1997, com capacidade para produzir 15 mil unidades do modelo Civic Sedan por ano.

Em 2005, de acordo com a Fenabrave (Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos Automotores) foram emplacados 57.039 veículos da marca no Brasil. O plano é continuar expandindo a fábrica de Sumaré até atingir as 100 mil unidades anuais.

Automóveis[editar | editar código-fonte]

A Honda disponibiliza uma vasta gama de automóveis. Entre estes os modelos Civic, Prelude, Hr-v, Crx, Cr-v, Nsx, Accord, Element, Integra, Beat e o emblematico S2000 entre outros.

O mais vendido é o Honda Civic pois é um modelo bom para novatos de condução, que são os principais admiradores da marca.

Para além disso o Honda é conhecido por ter alta velocidade, sendo assim rival de marcas de alto gabarito.

ASIMO

Competição[editar | editar código-fonte]

A Honda participou ou participa de diversos campeonatos motorizados, como a Formula 1, Indy Car, Moto GP, SuperSport, Motocross, Trials, MTB ,entre outros.

Funcionários[editar | editar código-fonte]

A Honda, possui parcialmente, mais de 167.000 funcionários em todo o mundo. São 507 empresas presentes nos quatro cantos do planeta, 67 unidades de produção em 13 países e 43 unidades de pesquisas e desenvolvimento em 13 países.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]