Doriano Romboni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Doriano Romboni
Doriano Romboni 1996 Japanese GP.jpg
Romboni no GP do Japão de 1996.
Nacionalidade Itália Italiano
Data de Nascimento
Natural de
Registros no MotoGP
Títulos 0 (4° em 1990 - divisão 125cc)
Pódios 22
Pole positions 7
Voltas Rápidas 4
Pontos 724

Doriano Romboni (Lerici, 8 de dezembro de 1968  — Latina, 30 de novembro de 2013) foi um piloto italiano de motociclismo. Era considerado um dos mais destacados motociclistas de seu país na década de 1990.

Entre 1989 e 1990, competiu pela extinta categoria 125cc (atual Moto3), pilotando motos da Honda, que o acompanharia durante boa parte da carreira, e conquistando duas vitórias (Alemanha Ocidental e Holanda, ambas em 1990). Destacou-se na divisão 250cc (atual Moto2) entre 1991 e 1995, vencendo três corridas (Áustria, Alemanha e Brasil).

Representando Aprilia e MuZ-Weber, Romboni disputou a 500cc (principal categoria da MotoGP, onde, tirando um terceiro lugar na etapa da Holanda, em 1997, seus resultados foram mais modestos em relação à sua passagem pelas categorias abaixo da principal. Entre 1999 e 2004, correu no Campeonato Mundial de Superbike, sendo que esteve presente na divisão italiana em seus dois últimos anos de carreira, encerrada ainda em 2004.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 30 de novembro de 2013, oito dias antes de completar 45 anos de idade, Romboni, já aposentado das pistas (estava trabalhando como funcionário da Federação Italiana de Motociclismo), foi convidado para disputar o Sic Supermoto Day, evento motociclístico que homenageava seu compatriota Marco Simoncelli, falecido em acidente no GP da Malásia de 2011. Durante a segunda sessão de treinos, ao cair de sua moto, foi atingido por outro italiano, Gianluca Vizziello, sofrendo várias fraturas e um edema cerebral.

Levado ao hospital Santa Maria Goretti, em Latina, Romboni chegou a ser resgatado com vida, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos[1] .

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre motociclismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.