Du Cange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles du Fresne

Charles du Fresne, sieur du Cange ou Du Cange (Amiens, 18 de dezembro de 1610Paris, 23 de outubro de 1688), foi um filólogo e historiador francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Du Cange foi educado por jesuítas, Du Cange estudou Direito antes de assumir a função de Tesoureiro de França. De personalidade enérgica e activa, paralelamente ao seu trabalho como tesoureiro, Du Cange também estudou história, ao mesmo tempo que desempenhava o papel de chefe de uma família numerosa.

Du Cange distinguiu-se como filólogo, e historiador da Idade Média e do período bizantino. A obra que mais se destaca do seu trabalho é o Glossarium mediae et infimae Latinitatis (Glossário de Latim da Idade Média e Moderna), publicada em Paris, no ano de 1678. Esta obra, juntamente com um glossário de grego da Idade Média e Moderna, publicada dez anos mais tarde, já teve várias ediçõed e revisões, sendo, aínda hoje, consultada por estudiosos. O trabalho pioneiro de Du Cange, fez a separação do latim, e grego, clássico, iniciando o estudo do desnvolvimento histórico das línguas.

Du Cange aprendeu diversas línguas, com o objectivo de estudar a história bizantina e medieval. O seu grande conhecimento de línguas, e história, foi acompanhado do seu interesse por arqueologia, geografia e leis. Para além do seu glossário, elaborou novas versões de historiadores bizantinos, e um largo número de outros trabalhos.

Du Cange é um dos historiadores mais citado na obra A história do declínio e queda do império romano (Decline and Fall of the Roman Empire), de Edward Gibbon.

Charles du Fresne, sieur du Cange morreu em Paris, em 23 de outubro de 1688.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.