Eleições gerais em Moçambique em 1994

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As Eleições Gerais de 1994 foram as primeiras eleições multipartidárias realizadas em Moçambique, no seguinto do Acordo Geral de Paz assinado em Roma em 1992.[1] Elas tiveram lugar entre 27 e 29 de Outubro de 1994 para elegerem o Presidente da República e a Assembleia da República. Um total de 6.148.842 eleitores foram recenseados e destes uns maciços 87,9% votaram. Como resultado, o incumbente presidente Joaquim Chissano (e presidente do partido FRELIMO) foi reeleito logo à primeira volta com 53,3% dos votos, distante do principal concorrente, o dirigente do partido RENAMO, Afonso Dhlakama com 33,7% e 13% foram divididos entre os restantes 10 candidatos.[2]

O resultado foi mais equilibrado nas eleições legislativas, onde o partido FRELIMO conseguiu a maioria absoluta dos membros (129 entre 250) com 44,3% dos votos. A RENAMO conseguiu 112 lugares com 37,8% dos votos e o único outro partido representado foi a União Democrática com 9 lugares.[3]

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

Candidato Partido Votos %
Joaquim Chissano FRELIMO 2.633.740 53,30
Afonso Dhlakama RENAMO 1.666.965 33,73
Wehia Ripua PADEMO 141,905 2.87
Carlos Reis UNAMO 120.708 2,44
Máximo Dias MONAMO-PMSD 115,442 2.34
Campira Momboya PACODE 58.848 1,19
Yaqub Sibindy PIMO 51.070 1,03
Domingos Arouca FUMO-PCD 37.767 0,76
Carlos Jeque Independente 34.588 0,70
Casimiro Nhamitambo SOL 32.036 0.65
Mário Machel Independente 24,238 0,49
Padimbe Kamati PPPM 24.208 0,49
Votos nulos/brancos 461.425 -
Total[4] 5.402.940 100

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % Lugares
FRELIMO 2.115.793 44,33 129
RENAMO 1.803.506 37,78 112
União Democrática-UD 245.793 5,15 9
Aliança Patriótica 93.031 1,95 0
Partido Social-Liberal e Democrático-SOL 79.622 1,67 0
Frente Unida de Moçambique-Partido de Convergência Democrática-FUMO-PCD 66.527 1,39 0
Partido da Convenção Nacional-PCN 60.635 1,27 0
Partido Independente de Moçambique-PIMO 58.590 1,23 0
Partido do Congresso Democrático-PACODE 52.446 1,10 0
Partido para o Progresso do Povo de Moçambique-PPPM 50.793 1,06 0
Partido Renovador Democrático-PRD 48.030 1,01 0
Partido Democrático de Moçambique-PADEMO 36.689 0,77 0
União Nacional Moçambicana-UNAMO 34.809 0,73 0
Partido Trabalhista-PT 26.961 0,56 0
Votos nulos/brancos 630.974 - -
Total[5] 5.404.199 100 250

Referências[editar | editar código-fonte]