Estrelamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Estrelamento é um processo geométrico de construção de novos polígonos (em duas dimensões) ou de novos poliedros (em 3 dimensões). Consiste em estender os lados do polígono, ou as faces do poliedro, até se encontrarem novamente. A nova figura é um estrelamento da original.

O processo foi descrito pela primeira vez em 1619 por Kepler.

Estrelamento de polígonos[editar | editar código-fonte]

Pentagram green.svg Estrelamento de um pentágono.

Estrelamento de poliedros[editar | editar código-fonte]

Estrelamento dos sólidos platónicos[editar | editar código-fonte]

  • O tetraedro e o cubo não podem ser estrelados, pois os planos definidos pelas suas faces encontram-se apenas nas arestas do poliedro original.

Stella octangula.png

SmallStellatedDodecahedron.jpg

GreatStellatedDodecahedron.jpg

GreatDodecahedron.jpg

  • O estrelamento do icosaedro é mais complicado. O número total são 58 estrelamentos, onde estão incluídas figuras como o icosaedro triakis, o grande icosaedro, a composição de cinco octaedros, a composição de cinco tetraedros e a composição de dez tetraedros.