Excreção de nitrogênio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o portal:

O nitrogênio é um dos elementos constituintes mais abundantes nos animais, junto com o Carbono, Hidrogênio, Oxigênio, Enxofre e Fósforo. O Nitrogênio do ar, não é fixado pelos animais, mas apenas por alguns vegetais. Estes vegetais formam compostos nitrogenados que são a fonte primária (herbívoros) ou secundária (carnívoros) do nitrogênio utilizado no metabolismo animal. Uma parte do nitrogênio deve necessariamente ser eliminada pelo organismo, para manter o equilíbrio deste íon.

Conforme a molécula na qual este nitrogênio é eliminado, existem três classes de animais:

  1. Os animais amoniotélicos (peixes ósseos e girinos) excretam o nitrogênio do grupo amino através de suas guelras como amônia, obtida pela hidrólise da glutamina.
  2. Os animais ureotélicos (a maioria dos animais terrestres) excretam o nitrogênio do grupo amino como uréia. A uréia é formada no fígado pelo ciclo da uréia.
  3. Os animais uricotélicos (pássaros e répteis) excretam o nitrogênio do grupo amino numa forma semi-sólida, como ácido úrico, um derivado das purinas. A formação da uréia, não-tóxica, e do ácido úrico, sólido, tem um alto gasto de energia metabólica, consumindo moléculas de Adenosina Trifosfato (ATP).
  4. Os animais aminotélicos (alguns tipos de aranhas, moluscos e equinodermos) excretam o nitrogênio do grupo amino na forma de aminoácidos.
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.