Fábio de Barros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fábio de Barros

Fábio de Barros (Uruguaiana, 1881Porto Alegre, 5 de março de 1952) foi um médico, professor, cronista e jornalista brasileiro.

Ingressou na Faculdade de Medicina de Porto Alegre, mas terminou o curso no Rio de Janeiro, em 1906. Retornou ao Rio Grande do Sul, onde foi médico do estado, nos Serviços de Higiene e na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

Foi também professor das disciplinas de fisiologia e clínica neurológica na Faculdade de Medicina de Porto Alegre.

Jornalista, fundou e dirigiu a revista Máscara, dirigiu o jornal A Manhã de 1920 a 1921. Trabalhou no Correio do Povo, onde foi diretor, de 1929 a 1930, e também redator, lá escreveu crônicas e críticas de arte e literatura, como as semanais Crônicas dos sete dias, com o pseudônimo de Victoriano Serra. Foi redator, além deste, dos jornais O Diário e de A Federação.

Fonte de referência[editar | editar código-fonte]

  • FRANCO, Sérgio da Costa. Guia Histórico de Porto Alegre, 4a edição, Editora da Universidade (UFRGS), Porto Alegre, 2006.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.