Feira de São Joaquim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Dentro da parte reformada da Feira.

A Feira de São Joaquim é a maior feira livre da cidade de Salvador, Bahia, sendo a mais tradicional para a população de baixa renda, não só dos soteropolitanos como do recôncavo baiano. Localizada na Cidade Baixa entre a Baía de Todos os Santos e a Avenida Oscar Pontes, no bairro do Comércio, possuindo uma área de 35 mil m², sua importância é vital para o comércio, cultura e favorecimento dos menos abastados, devido aos bons preços.

Criada na década de 1960, depois da destruição da antiga feira de Água de meninos em 1966 e devorada pelo fogo, São Joaquim abriga inuméros trabalhadores informais que descendem dos africanos escravizados, sendo o principal distribuidor dos artesanatos de barro, alguidáres, cuscuzeiros, potes produzido no recôncavo baiano e venda de produtos para rituais de candomblé, como orobôs, aridans. obis, gervão e etc.

Referências gerais[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Feira de São Joaquim
Ícone de esboço Este artigo sobre a Bahia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.