Feliz Ano Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Feliz Ano Velho
Autor (es) Marcelo Rubens Paiva
Idioma Língua portuguesa
País  Brasil
Editora Brasiliense e Objetiva
Lançamento 1982
Cronologia
Último
Último
Blecaute
Próximo
Próximo

Feliz ano velho é um romance brasileiro de autoria de Marcelo Rubens Paiva lançado em 1982.

Trata da experiência autobiográfica do autor, que relata o acidente que o deixou tetraplégico depois de um mergulho em um lago às margens da Rodovia dos Bandeirantes[1] , em 14 de dezembro de 1979, após bater acidentalmente com a cabeça no fundo do lago. Mostra a dificuldade que muitas pessoas sofrem com essa situação e a força de vontade que um homem tem de ter para se inserir novamente na sociedade, enfrentando seus problemas e medos.

Durante esse período de recuperação, Marcelo conta com carisma e sinceridade detalhes de sua infância e de sua juventude. Desvela seus casos amorosos, retrata sua carreira musical. Jovem ativo, participava do quadro político da Universidade Estadual de Campinas, onde cursava engenharia agrícola.

Filho do deputado federal Rubens Beyrodt Paiva, ele conta ainda, em um dos momentos mais aflitivos, como foi o dia em que seis militares invadiram a sua casa e levaram seu pai, que ele não mais voltaria a ver. E, apesar de todas as dificuldades e de enfrentá-las com o mesmo constante bom humor, Marcelo insiste em dizer que não é exemplo algum, quiçá herói e parece fazer questão de, algumas vezes, mostrar-nos suas fraquezas, seu machismo, vaidade e em tantas até mesmo baixa maturidade.

Foi um best-seller da década de 1980, principalmente por sua linguagem livre e coloquial. Essa obra teve várias adaptações para o teatro e gerou um filme em 1987.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências