Fernando da Piedade Dias dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nandó
Nome completo Fernando da Piedade Dias dos Santos
Nascimento 5 de Março de 1950 (64 anos)
Luanda, Angola colonial
Nacionalidade Angola angolano
Ocupação político

Fernando da Piedade Dias dos Santos, conhecido como Nandó, (Luanda, 5 de março de 1950) é um político angolano, primeiro-ministro de seu país de 2002 a 2008, Presidente da Assembleia Nacional de 2008 a 2010 e vice-presidente de 2010 a 2012.

Foi nomeado em Novembro de 2002 e assumiu o cargo em 6 de dezembro de 2002, que estava vago desde 1999. Anteriormente, tinha sido ministro do Interior.

Foi nomeado primeiro-ministro para preencher um vazio constitucional que se registava por causa da instabilidade política reinante que o Presidente da República chamou a si, a responsabilidade da condução do executivo. Militante das FAPLA, foi ascendendo na vida política por intermédio do seu ingresso no MPLA. Desempenhou as funções de Vice-Ministro do Interior, tendo acumulado este cargo com o de chefe dos SINFO (Serviços de Informação). Posteriormente, foi nomeado Comandante-Geral da Polícia Nacional, cargo que desempenhou até ascender a Ministro do Interior, acumulando as duas funções. É casado com Maria Augusta Tomé Dias dos Santos e pai de 7 filhos.

A 5 de fevereiro de 2010, entrou em vigor uma nova lei constitucional em Angola, onde o cargo de primeiro-ministro foi abolido, tendo Fernando da Piedade Dias dos Santos passado para vice-presidente da República de Angola.


Ícone de esboço Este artigo sobre um político de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.