Ferreiros (Braga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Ferreiros  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Igreja de Ferreiros
Igreja de Ferreiros
Bandeira de Ferreiros
Bandeira
Brasão de armas de Ferreiros
Brasão de armas
Ferreiros-loc.png
Ferreiros está localizado em: Portugal Continental
Ferreiros
Localização de Ferreiros em Portugal Continental
41° 32' 10" N 8° 26' 25" O
Concelho primitivo Braga
Concelho (s) atual (is) Braga
Freguesia (s) atual (is) Ferreiros e Gondizalves
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 3,27 km²
População (2011)
 - Total 7 707
    • Densidade 2 356,9/km2 

Ferreiros foi uma freguesia portuguesa do concelho de Braga, com 2,58 km² de área e 7 707 habitantes (2011)[1] . Densidade: 2 987,2 hab/km².

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Gondizalves, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Ferreiros e Gondizalves da qual é a sede.[2]

Demografia[editar | editar código-fonte]

               Evolução da População Entre 1864 e 2011                 

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011;

                 Os Grupos Etários Em 2001 e 2011                   

A População em 2001; A População em 2011

Património[editar | editar código-fonte]

Caracterização da Localidade[editar | editar código-fonte]

Ferreiros situa-se a sudoeste do centro da sede concelhia.

Estendendo-se por uma área de 327 hectares, a paróquia de Ferreiros confronta com as paróquias de Maximinos (norte) Lomar (este), Celeirós e Aveleda (sul), Sequeira e Gondizalves (oeste).

As principais vias de acesso são a Estrada Nacional 103, que liga Braga a Barcelos, e a Estrada Nacional 14, que faz a ligação de Braga ao Porto. Recebe também as ligações da Auto-Estrada 3 (Porto - Valença) e da Auto-Estrada 11 (Guimarães - Braga - Barcelos).

Descritivo Histórico[editar | editar código-fonte]

Apesar de os documentos que o provem serem um pouco escassos, Ferreiros é uma povoação muito antiga.

As origens deste termo perdem-se nos tempos. O «Liber fidei» apresenta, em referencia ao ano 840, o «Castro de Ferrarius». «Ferreiros» é também mencionada numa doação à Sé de Braga de 1083.

Há pelo menos duas explicações possíveis para o topónimo «Ferreiros»: em tempos idos existiria perto daquele Castro alguma exploração ou afloramento de minas de ferro. Ou então, haveria no mesmo local muitos operários a trabalhar o ferro.

Em meados do século XIX Ferreiros era referenciada numa reunião da Câmara de Braga, como uma «pequena aldeola situada a escassos quatro quilómetros de Braga».

Mas, de uma «aldeola», Ferreiros passa a ser uma grande freguesia do perímetro urbano da cidade de Braga. A «entrada» no perímetro urbano acontece legalmente pelo decreto-lei n.º 149/74 de 12 de Abril.

A verdadeira explosão demográfica acontece a partir da década de 1960. Este crescimento demográfico surge, em parte, com a criação do loteamento «Cidade Satélite», apresentado na monografia «Santa Maria de ferreiros», de Luís Costa, como a primeira urbanização fora do centro urbano de Braga.

Para termos uma ideia do crescimento então verificado nesta povoação, atente-se que o recenseamento da população de 1941 contabilizou 1563 habitantes. Nos Censos de 1981, a população residente em Ferreiros subiu para 4114.

O crescimento da localidade tem-se mantido até aos nossos dias. O Censo de 2001 referencia uma população de 8583 habitantes.

Referências

  1. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 6 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Norte""
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.