Flashdance

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flashdance
Flashdance (PT)
Flashdance - Em Ritmo de Embalo (BR)
 Estados Unidos
1983 • cor • 95 min 
Direção Adrian Lyne
Roteiro Joe Eszterhas
Thomas Hedley Jr.
Elenco Jennifer Beals
Michael Nouri
(ver mais)
Género Romance muiscal
Idioma inglês
Música Dennis Matkosky
Giorgio Moroder
Michael Sembello
Página no IMDb (em inglês)

Flashdance é um filme americano de 1983, do gênero romance musical, realizado por Adrian Lyne. O filme foi produzido por Jerry Bruckheimer e Don Simpson, e se tornou o terceiro filme mais assistido naquele ano [1] e também um dos mais conhecidos da década de 1980. O filme tornou-se uma referência para artistas como Jennifer Lopez e Geri Halliwell onde, nos clipes I'm glad e It's raining men, elas representam a protagonista da história em cenas recriadas para os vídeos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Uma jovem de garra e talento não mede esforços para realizar o sonho de se tornar uma bailarina. Para isso, durante o dia, ela trabalha como operária e à noite trabalha como dançarina numa boate. No decorrer do filme, ela se envolve com seu chefe, Nick, e prepara-se para se candidatar a uma escola de dança de prestígio.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jennifer Beals .... Alexandra Owens
  • Michael Nouri .... Nick Hurley
  • Lilia Skala .... Hanna Long
  • Sunny Johnson .... Jeanie Szabo
  • Kyle T. Heffner .... Richie
  • Lee Ving .... Johnny C.
  • Ron Karabatsos .... Jake Mawby
  • Belinda Bauer .... Katie Hurley
  • Malcolm Danare .... Cecil
  • Philip Bruns .... Frank Szabo
  • Micole Mercurio .... Rosemary Szabo
  • Lucy Lee Flippin .... secretária
  • Don Brockett .... Pete
  • Cynthia Rodes .... Tina Tech

Produção[editar | editar código-fonte]

Inseguros do potencial do filme, executivos da Paramount Studios venderam 25% dos direitos à Don Simpson antes do lançamento [2] . Foram realizados testes por todo o país para o papel de Alex Owens. Entre as finalistas encontravam-se Jennifer Beals, Demi Moore e Leslie Wing[2] . Após o lançamento do filme, foi revelado que algumas cenas foram filmadas pela dançarina Marine Jahan.

O pôster do filme, com Jennifer Beals usando um suéter com a gola exageradamente esticada, tornou-se uma das marcas do fime. Tal efeito, entretanto, não foi obtido propositalmente. Beals havia deixado a roupa por tempo demais na lavadora, levando-a a encolher. Para que pudesse usá-la, teve que cortar um grande pedaço na gola[3] .

Direitos[editar | editar código-fonte]

Flashdance é inspirado na vida de Maureen Marder, uma mulher que trabalhava de dia como operária e de noite como dançarina em Toronto, e que aspirava entrar numa prestigiosa escola de dança. Pouco antes da estréia do filme, Maureen assinou um contrato no qual autorizava a Paramount Pictures a retratar sua vida no filme [4] pela valor de 2.300 dólares. Após verificar o uso de coreografias do filme no vídeo da canção I'm Glad, de Jennifer Lopez, Maureen resolveu processar a Sony Corporation (realizadora do vídeo) e a Paramount Pictures, uma vez que o filme havia obtido cerca de 150 milhões de dólares, dos quais Maureen não teve parte.

Em junho de 2006, a Corte de Apelação de San Francisco negou a apelação de Maureen, com os três juízes concordando que, quando da assinatura do contrato, não havia evidência de que o mesmo estava sendo feito através de fraude, ainda que os valores possam ser considerados muito inferiores ao valor arrecadado nas bilheterias [4] .

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Flashdance foi o primeiro sucesso de um grupo de pessoas que viria a figurar entre as mais bem-sucedidas da indústria nos anos seguintes. O filme foi a primeira colaboração entre Don Simpson e Jerry Bruckheimer, que posteriormente viriam a produzir juntos Top Gun e Beverly Hills Cop, enquanto o diretor Adrian Lyne viria a participar de filmes como Atração Fatal, [Nove Semanas e 1/2]], Proposta Indecente e Lolita. Lynda Obst, roteirista responsável pelo desenvolvimento do primeiro esboço do filme, viria a produzir Adventures in Babysitting, The Fisher King e Sleepless in Seattle.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

1º "Flashdance... What a Feeling" (Giorgio Moroder, Keith Forsey, Irene Cara) interpretado por Irene Cara

2º "He's a Dream" (Shandi Sinnamon, Ronald Magness) interpretado por Shandi Sinnamon

3º "Love Theme from "Flashdance" (Giorgio Moroder) interpretado por Helen St. John

4º Manhunt" (Doug Cotler, Richard Gilbert) interpretado por Karen Kamon

5º "Lady, Lady, Lady" (Giorgio Moroder, Keith Forsey) interpretado por Joe Esposito

6º "Imagination" (Michael Boddicker, Jerry Hey, Phil Ramone, Michael Sembello) interpretado por Laura Branigan

7º "Romeo" (Pete Bellotte, Sylvester Levay) interpretado por Donna Summer

8º "Seduce Me Tonight" (Giorgio Moroder, Keith Forsey) interpretado por Cycle V

9º "I'll Be Here Where the Heart Is" (Kim Carnes, Duane Hitchings, Craig Krampf) interpretado por Kim Carnes

10º "Maniac" (Michael Sembello, Dennis Matkosky) interpretado por Michael Sembello

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Flashdance tem recepção mista por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 30% em base de 37 críticas no Rotten Tomatoes. Por parte da audiência do site tem 63% de aprovação.[5]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1984 (EUA)

Globo de Ouro 1984 (EUA)

  • Venceu nas categorias de melhor trilha sonora - cinema e melhor canção original- cinema (Flashdance... What a Feeling).
  • Indicado nas categorias de melhor filme - comédia/musical, melhor actriz - comédia/musical (Jennifer Beals)e melhor canção original (Maniac).

BAFTA 1984 (Reino Unido)

  • Venceu na categoria de melhor edição.
  • Indicado na categoria de melhor trilha sonora, melhor som e melhor canção original (Flashdance... What a Feeling).

Grammy 1984 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor banda sonora de um filme ou programa de TV.

Framboesa de Ouro 1984 (EUA)

  • Indicado na categoria de pior argumento.

Referências

  1. 1983 Domestic Grosses #1–50. Box Office Mojo.
  2. a b Curiosidades de Flashdance no Internet Movie Database
  3. Beals' Laundry Mistake Becomes a Fashion Must-Have. 12 de Abril de 2004.
  4. a b Herel, Suzanne (13 de junho de 2006). Inspiration for 'Flashdance' loses appeal for more money (em em inglês). Página visitada em 16 de março de 2008.
  5. Flashdance (em inglês) Rotten Tomatoes. Página visitada em 5 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]