Following

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Following
Pôster de divulgação
 Reino Unido
1998 • p&b • 69 min 
Direção Christopher Nolan
Produção Emma Thomas
Jeremy Theobald
Peter Broderick
Roteiro Christopher Nolan
Elenco Jeremy Theobald
Alex Haw
Lucy Russel
John Nolan
Género Neo-noir
Idioma inglês
Música David Julyan
Cinematografia Christopher Nolan
Edição Gareth Heal
Christopher Nolan
Estúdio Syncopy Films
Next Wave Films
Distribuição Zeitgeist Films (EUA)
Momentum Pictures (RU)
Lançamento 12 de setembro de 1998
Orçamento US$ 6.000[1]
Receita US$ 48.482[1]
Página no IMDb (em inglês)

Following é um filme de 1998 do diretor britânico Christopher Nolan, o primeiro de sua carreira. O filme foi feito com um orçamento muito baixo[2] e apresenta uma estrutura não-linear, algo que se tornaria comum em vários filmes do diretor.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um jovem escritor desempregado começa a seguir pessoas desconhecidas pelas ruas de Londres tentando achar inspiração para seus livros.

Inicialmente, ele estabelece um conjunto de regras sobre quem deveria seguir e por quanto tempo, porém logo descarta as regras e se foca em um homem vestido com paletó preto. O homem de paletó descobre que está sendo seguido, e confronta o escritor se apresentando como "Cobb". Cobb revela que ele é um ladrão e convida o jovem escritor para acompanhá-lo em vários roubos. Os materiais adquiridos com os roubos parecem ser de importância secundária para Cobb, que gosta de desfrutar dos itens pessoais dos apartamentos das pessoas para seu prazer pessoal, como tomar vinho. Ele explica que sua paixão é usar o choque dos roubos para fazer as pessoas reexaminarem suas vidas. Ele resume suas atitudes dizendo: "Você leva embora, e mostra o que elas tinham."

O escritor fica maravilhado com o estilo de vida de Cobb. Ele tenta invadir casas por conta própria, encorajado e guiado por Cobb. Seguindo a sugestão de Cobb, ele altera sua aparência, cortando seu cobelo e colocando um terno preto. O jovem escritor assume o nome de Daniel Lloyd, baseado em um cartão de crédito dado a ele por Cobb. Ele começa a tentar estabelecer uma relação com uma mulher loira que ele encontra em um bar, que alega ser namorada de um gângster. Mais tarde é revelado que o escritor e Cobb invadiram o apartamento dela antes do encontro. Logo ela revela que seu namorado a está chantegeando com fotos incriminadoras. O escritor invade a casa do gângster e consegue abrir seu cofre, porém só encontra fotos de modelagem. Depois de confrontar a loira, ele descobre que ela e Cobb o estavam manipulando para imitar os métodos de Cobb para incriminá-lo por um homicídio que Cobb havia recentemente cometido.

O escritor sai para se entregar a polícia. A loira informa o seu sucesso a Cobb, que revela que ele trabalha para um gângster e tem um próprio plano. Para impedir que a loira chantagei o gângster com a evidência do homicídio, Cobb a mata. Quando o jovem escritor termina de contar sua história para polícia, ele é informado que estava sendo acusado da morte da loira, que era o plano de Cobb o tempo todo. Quando o escritor é preso, Cobb desaparece na multidão.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Jeremy Theobald como Bill/Jovem Escritor
  • Alex Haw como Cobb
  • Lucy Russell como Loira
  • John Nolan como Policial
  • Dick Bradsell como Homem Careca
  • Gillian El-Kadi como Dono de Imóveis
  • Jennifer Angel como Garçonete
  • Nicolas Carlotti como Barman
  • Darren Ormandy como Contador
  • Tristan Marty como Homem no Bar
  • Rebecca James como Mulher no Bar

Produção[editar | editar código-fonte]

Following foi escrito, dirigido, filmado e co-produzido por Christopher Nolan.[2] Foi filmado em Londres, Inglaterra, com uma câmera 16 mm preto e branca. Nolan usou uma estrutura não linear para o filme, algo que ele usou novamente em Memento, Batman Begins e The Prestige. Essa forma de narrativa, segundo ele, reflete a incerteza do público acerca dos personagens em film noir:

Following foi escrito e planejado para ser o mais barato possível, porém Nolan descreveu a produção como "extrema", mesmo para um filme de baixo orçamento.[2] Com pouco dinheiro, equipamento limitado e elenco e equipe que estavam apenas disponíveis nos fins de semana, as filmagens demoraram um ano para serem completadas.[2]

Para economizar dinheiro nos rolos de filme, todas as cenas foram ensaiadas para que a primeira ou segunda tomada pudessem ser usadas na edição final.[2] Na maior parte do tempo, Nolan filmou sem equipamento de luz profissional, usando apenas a luz ambiente. Ele também usou as casas de seus amigos e familiares como locações.[2]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Following recebeu críticas geralmente favoráveis. No site Rotten Tomatoes o filme tem um indíce de aprovação de 76%, baseado em 21 resenhas, com uma nota média de 7,1/10.[3]

Referências

  1. a b Following (1998) Box Office Mojo Boxofficemojo.com.
  2. a b c d e f g Duncker, Johannes (6 de junho de 2002). The Making of Following (em inglês) Christophernolan.net.
  3. Following (1998) (em inglês) Rotten Tomatoes Rottentomatoes.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]