Formas nominais do verbo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As formas nominais do verbo são o gerúndio, infinitivo e particípio.[1] Não apresentam flexão de tempo e modo, perdendo desta maneira algumas das características principais dos verbos. Por serem tomadas como nomes (substantivos, adjetivos e advérbios), recebem o nome de formas nominais. Estas formas se comportam semelhantes a um substantivo, adjetivo ou advérbio.[1]

Infinitivo[editar | editar código-fonte]

O infinitivo indica a ação que é propriamente dita, sem situá-la no tempo, desempenhando uma função semelhante a substantivo. O infinitivo é o nome do verbo. Exemplos: ler, dormir, falar, sonhar.[2]

O infinitivo pode apresentar algumas vezes flexão em pessoa, constituindo assim duas formas possíveis: o infinitivo pessoal e o infinitivo impessoal.[2] É melhor estudarmos agora. (infinitivo pessoal com sujeito nós implícito). Viver aqui é muito bom. (infinitivo impessoal)

Particípio[editar | editar código-fonte]

O particípio indica uma ação já acabada, finalizada, adquirindo uma função parecida com a de um adjetivo ou advérbio. O particípio passado regular é reconhecido pelos sufixos "-ado","-ido".

Exemplos: acabado, finalizado, vivido.

Temos estado de repouso.

Exceções: ganho, gasto, pago, dito, escrito, feito, visto, posto, aberto, coberto, vindo.

Ele foi preso ontem. Também existem os particípios na Voz Ativa e na Voz Passiva.

Gerúndio[editar | editar código-fonte]

O gerúndio (também chamado de presente perfeito) indica uma ação em andamento, um processo verbal ainda não finalizado. Pode ser usado em tempos verbais compostos ou sozinho, quando adquire uma função de advérbio.;ando,endo,indo e etc.

Estou finalizando os exemplos deste verbete. (tempo composto)
Fazendo teu trabalho antecipadamente, não terás preocupações. (gerúndio sozinho com função de advérbio).

O gerúndio é reconhecido pelos verbos terminados em ndo. Exemplos: subindo, caminhando, gravando, enchendo, perdendo, difundindo e etc.

Referências

  1. a b Araújo, Ana Paula de. Formas nominais do Verbo (em português). InfoEscola. Página visitada em 17 de setembro de 2013.
  2. a b Duarte, Vânia. Características do infinitivo. R7. Brasil Escola. Página visitada em 17 de setembro de 2013.