Georg Pencz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato de um Jovem Sentado, 1544, Galeria Uffizi, Florença.

Georg Pencz (150011 de Outubro de 1550) foi um gravador, pintor e impressor alemão.

Pencz viajou para Nuremberg em 1523 e entrou para a oficiana de Albrecht Dürer. Como Dürer, viajou para a Itália e foi profundamente influenciado pela arte de Veneza. Acredita-se que tenha trabalhado com Marcantonio Raimondi.

Em 1525, foi preso com os irmãos Barthel Beham e Hans Sebald Beham, os chamados "pintores sem deus", pois espalhavam as idéias radicais de Thomas Müntzer sobre a descrença no batismo, Cristo e transubstanciação. Os três foram perdoados mais tarde e se tornaram parte de um grupo conhecido como Os pequenos mestres por acusa de suas gravuras pequenas e intrincadas.

Em 1539, Pencz voltou por pouco tempo para a Itália, visitando Roma pela primeira vez, e depois voltando a Nuremberg em 1540, onde tornou-se o pintor oficial da cidade e tornou-se famoso por seus retratos. Em 1550, foi designado pintor da corte por Albert, Duque da Prússia, mas morreu antes de chegar à corte.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Georg Pencz