Golfo Sarónico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Golfo Sarónico, no Mar Egeu

O Golfo Sarónico (em grego: Σαρωνικός κόλπος) ou Golfo de Egina faz parte do Mar Egeu e define o lado oriental do istmo de Corinto. É o termo oriental do Canal de Corinto, que atravessa o istmo. As ilhas Sarónicas que se alinham na metade do Golfo são Egina, Salamina e Poros, além de ilhas menores como Patroklou e Vleves. O porto do Pireu — o porto que serve Atenas — fica na margem nordeste do golfo. O novo Aeroporto Internacional Eleftherios Venizelos situa-se também no nordeste. As praias abundam em grande parte da sua costa desde Poros a Epidauro, de Galataki a Kineta e de Mégara a Elêusis, tal como do Pireu até Anavissos. A área urbana de Atenas rodeia as costas do lado oriental e setentrional deste golfo.

Entre as baías do golfo estão a baía de Falero, baía de Elêusis a norte e baía de Kechries no noroeste.

Os vulcões de Metana ficam a sudoeste junto a Cromiônia, no Istmo de Corinto, Egina e Poros. As linhas de falhas dominam especialmente no sector noroeste.

História[editar | editar código-fonte]

O seu nome provém do mitológico rei Sarão, que se afogou cruzando o lago Psifaei (hoje Psifta). O Golfo Sarónico representava uma série de seis entradas em Averno, cada uma delas custodiada por um inimigo ctónico que se apresentava na forma de bandido ou ladrão.

A Batalha de Salamina, que opôs gregos e persas em 480 a.C. no golfo, alterou o desenvolvimento do mundo antigo.

Um sismo em 4 de Janeiro de 2005 atingiu o golfo com 4,9 graus na escala de Richter. O sismo atingiu Egina e Náuplia e alcançou mais tarde Calamata. Ocorreu às 16:00 horas (UTC), 18:00 hora local (BNST).

Cabos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Grécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia em geral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.