Guapiaçu (Cachoeiras de Macacu)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa do estado do Rio de Janeiro (em destaque: município de Cachoeiras de Macacu)

Guapiaçu é um povoado do Segundo Distrito do município de Cachoeiras de Macacu, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Está situado entre as margens do Rio Guapiaçu e do Rio Mariquita, na bacia hidrográfica do Rio Macacu, dentro dos limites da zona de amortecimento do Parque Estadual dos Três Picos, numa área cercada de pastagens, lavouras e pela Mata Atlântica e encravado aos pés da Serra dos Órgãos.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Guapiaçu" é um termo de origem tupi que significa "guapira grande"[1] ("guapira" designa o lugar onde começa um vale)[2] .

História[editar | editar código-fonte]

O povoamento do local se deu através da antiga Fazenda do Carmo, que foi uma unidade produtora de café até o começo do século XIX, sendo hoje de propriedade da Schincariol que demoliu o que restou do histórico Convento das Carmelitas, sua sede, próximo do local onde foi feito a represa que abastece a unidade da fábrica de cerveja no município.

Em razão de sua privilegiada hidrografia, que propicia a formação de vários balneários no rio Guapiaçu e seus afluentes, bem como pelas suas florestas e trilhas, o local é muito procurado pelos praticantes do trekking e do ecoturismo.

Para chegar até Guapiaçu de carro, é preciso trafegar na rodovia RJ-122 e, depois, seguir por uma estrada. Existem duas linhas de ônibus para o Centro e outra para o distrito de Areal operada pela Coletivo Guapiaçu.

Referências

  1. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição. São Paulo. Global. 2005. 463 p.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 872.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.