Guerra Zenkunen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra Zenkunen
Disputas de Clãs no Período Heian, pelo controle de Mutsu
Data 1051-1063
Local Província de Mutsu , Região de Tohoku , Japão
Desfecho Vitória Imperial
Combatentes
Imperial Seal of Japan.svg Forças Imperiais Abe clan Mon.jpg Clã Abe
Comandantes
Minamoto no Yoriyoshi, Minamoto no Yoshiie. Abe no Yoritoki,
Abe no Sadato.

A Guerra Zenkunen Zenkunen Kassen (前九年合戦?), também conhecida como Primeira Guerra dos Nove Anos [1] , foi travada entre 1051 e 1063, na Província de Mutsu no Japão , no extremo norte da ilha principal de Honshu . Como os outros conflitos principais do período Heian, como a Guerra Gosannen e a Guerra Genpei , a Guerra Zenkunen foi uma luta pelo poder dentro dos clãs samurais.

Enquanto a maioria das províncias foram supervisionados por apenas um governador, Mutsu, na atual região de Tohoku , teve um Chinjufu Shogun (Defensor do Norte), general encarregado de controlar os nativos Emishi , que haviam sido subjugados quando os japoneses tomaram a região no Século IX. Historicamente, este posto foi sempre assumido por um membro do Clã Abe [2] , e havia muitos conflitos entre o general Abe , e o governador com relação ao controle administrativo da província.

Em 1050, o general supervisionava os Ainus era Abe no Yoritoki , que cobrava impostos e confiscava propriedades por conta própria, raramente sem dar qualquer satisfação ao governador da província. O governador mandou um comunicado para a capital em Kyoto pedindo ajuda, e como resultado, Minamoto no Yoriyoshi foi indicado governador e comandante-em-chefe com o controle sobre os nativos. Foi em seguida, enviado com seu filho Minamoto no Yoshiiede quinze anos, para parar o Clã Abe.

A luta durou 12 anos, ou nove se se subtrairmos os curtos períodos de cessar-fogo e de paz [3] . As escaramuças eram ferozes e numerosas, mas algumas grandes batalhas foram travadas até que a Batalha de Kawasaki , em 1057. Abe no Yoritoki morrera pouco antes, e Minamoto lutava agora com o filho de Yoritoki, Abe no Sadato , que os derrotou em Kawasaki e os perseguiu através de uma nevasca.

As forças governamentais, lideradas por Minamoto, tinham muitos problemas, por causa do terreno acidentado e das intempéries climáticas, mas foram reforçados com novas tropas, muitas oferecidas por um membro do Clã Kiyohara, governador da vizinha Província de Dewa . Em 1062, Minamoto no Yoriyoshi, junto com seu filho, cercou a Fortaleza Kuriyagawa, nas cercanias do rio Kuriya, controlada pelo Clã Abe. Minamoto desviou o abastecimento de água, invadiu a paliçada, e deixou a fortaleza em chamas. Depois de dois dias de combates, Sadato se rendeu [4] .

Minamoto no Yoshiie a partir desse feito foi considerado o fundador do grande legado marcial do clã Minamoto, e é adorado como um ancestral particularmente especial e poderoso, o Kami do clã. Como kami lendário, ele muitas vezes é chamado Hachimantarō , "o filho primogênito de Hachiman , o deus da guerra" [5] .


Referências

  1. Louis Frederic; Alvaro David Hwang. Abe no Muneto (em portugês). O Japão, Dicionário e Civilização p. 34. Página visitada em 22/11/2013.
  2. Jacques Edmund Joseph Papinot. Dictionnaire d'histoire et de Géographie du Japon (em francês). Tokyo: Librarie Sansaisha, 1906.
  3. George Sansom. A History of Japan: To 1334 (em inglês). Stanford, California: Stanford University Press, 1958. 249 pp. ISBN 9780804705233
  4. Masaaki Kajihara. Mutsu Waki (em Kanbun). Kyoto: Rakuyō. OCLC 34535922
  5. Pilar Guiroy. Mitos y realidades de los Samurai (em Espanhol). Página visitada em 22/01/2013.


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.