Imunocoloração

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Micrografia de uma secção imunocorada de um tumor cerebral. Coloração GFAP.

Imunocoloração é um termo geral em bioquímica que se aplica a qualquer método baseado na utilização de anticorpos para detectar uma proteína especifica em uma amostra. O termo imunocoloração foi, originalmente, usado para se referir à coloração imuno-histoquímica de secções de tecidos, como descrito, inicialmente, por Albert Coons, em 1941.[1] Agora, contudo, a imunocoloração compreende uma ampla variedade de técnicas aplicadas em histologia, biologia celular e molecular, que utilizam métodos de coloração baseados em anticorpos.

Técnicas de imunocoloração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Coons, Albert; Creech HJ, Jones, RN. (1941). "Immunological properties of an antibody containing a fluorescent group". Proc Soc Exp Biol Med 47: 200–202 pp..
Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.