Institutas da Religião Cristã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Calvinismo
John Calvin.jpg
João Calvino
Bases históricas:

Cristianismo
Agostinho de Hipona
Reforma

Marcos:

A Institutio Christianæ Religionis de Calvino
Os Cinco Solas
Cinco Pontos (TULIP)
Princípio regulador
Confissões de fé
Bíblia de Genebra

Influências:

Teodoro de Beza
John Knox
Ulrico Zuínglio
Jonathan Edwards
Teologia puritana

Igrejas:

Reformadas
Presbiterianas
Congregacionais
Batistas Reformadas

A Instituição da Religião Cristã, em latim Christianae religionis institutio, ou simplesmente As Institutas é a obra principal da teologia de João Calvino.

O livro[editar | editar código-fonte]

As Institutas da Religião Cristã (edição genebrina de 1559)

O nome Institutas é uma tradução do título original em latim da obra, Institutio christianae religionis. Institutas quer dizer instrução, ensino. Um nome mais simples para a obra poderia ser Ensino Sobre o Cristianismo, aliás, título utilizado em um resumo da obra feito pelo teólogo J. P. Wiles. O nome Institutas portanto não é de forma alguma ligado a instituições de qualquer tipo, como o nome por vezes é erroneamente compreendido e divulgado (a não ser que pensemos na instituição do ensino, mas essa não é a ideia proposta pelo livro).

A primeira edição foi publicada em 1536 em latim. A última edição, totalmente revisada, foi dos 1559. As Institutas são a referência primária para o sistema de doutrinas adotado pelas Igrejas Reformadas, influenciando também outras surgidas na Reforma ou em período próximo. As ideias de Calvino são as bases para o conjunto de doutrinas usualmente chamado de Calvinismo.

As Institutas quando do seu lançamento recebeu um título bem sugestivo para o que pretendia a ser:

Christianae religionis Institutio, totam fere píetatis fummã, & quic quid eft in doctrina falutis cognitu neceffarium, conplectens: amnibus pietatis itudioris lectu digniffimum opus, acre cens editum.
Institutas da Religião Cristã, resumo quase completo da piedade, abrangendo tudo que, quanto à doutrina da salvação, é necessário conhecer; obra seleta e à altura de todos os estudiosos da vida piedosa, recentemente publicada.

Calvino ao escrever as Institutas teve como objetivo criar um manual de instrução cristã, sendo como disse um resumo, dos ensinos doutrinários próprios para a formação de um cristão.

Edições brasileiras[editar | editar código-fonte]

Em português do Brasil podemos encontrar três versões da Institutas, duas publicadas pela Editora Cultura Cristã (ECC), organização ligada à Igreja Presbiteriana do Brasil e uma pela Editora UNESP:

  • As Institutas - Edição Clássica - 4 volumes (tradução da edição latina de 1559)
  • As Institutas - Edição Especial com notas para estudo e pesquisa - 4 volumes (tradução da edição de 1541 em francês)
  • A Instituição da Religião Cristã - 2 volumes (tradução da edição latina de 1559)

Divisão[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira versão contava com a seguinte divisão:

1.Lei

a.Conhecimento de Deus
b.Conhecimento do homem
c.Lei e decálogo
d.Justificação

2.Fé

Credo dos Apóstolos:
a.parte 1
b.parte 2
c.parte 3
d.parte 4
eleição e predestinação

3.Oração

4.Sacramentos

arrependimento, satisfação

5. Liberdade cristã etc.

a.Liberadde Cristã
b.Poder eclesiástico
c.Governo Civil

Referências

  • CALVINO, João. As Institutas da Religião Cristã: edição especial com notas par estudo e pesquisa. Tradução Odayr Olivetti. São Paulo: Cultura Cristã, 2006.
  • WILES, J.P. Ensino Sobre o Cristianismo. São Paulo: PES, 2002.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro relacionado ao Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Teologia ou sobre um teólogo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.