Igrejas Reformadas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Calvinismo
John Calvin.jpg
João Calvino
Bases históricas:

Cristianismo
Agostinho de Hipona
Reforma

Marcos:

A Institutio Christianæ Religionis de Calvino
Os Cinco Solas
Cinco Pontos (TULIP)
Princípio regulador
Confissões de fé
Bíblia de Genebra

Influências:

Teodoro de Beza
John Knox
Ulrico Zuínglio
Jonathan Edwards
Teologia puritana

Igrejas:

Reformadas
Presbiterianas
Congregacionais
Batistas Reformadas

As Igrejas Reformadas são uma família de denominações protestantes oriundas da Grande Reforma do século XVI e conectadas historicamente por sua doutrina calvinista. No Brasil, os maiores representantes são a Igreja Presbiteriana do Brasil e as Igrejas Reformadas do Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

As primeiras igrejas reformadas foram estabelecidas na Europa no século XVI, oriunda da Reforma Protestante.

Forma de doutrina[editar | editar código-fonte]

Doutrina Reformada é expressa em várias confissões. Algumas confissões são partilhados por muitas denominações. Denominações diferentes usam diferentes confissões, geralmente com base em razões históricas. Algumas das confissões ainda comumente em uso são:

Formas de governo[editar | editar código-fonte]

  • Política Presbiteriana ou Concílio - decidir por assembléias de funcionários ordenado.
  • Política Congregacional, por exemplo, As Igrejas Congregacionais.
  • Politica Episcopal

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre protestantismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.