Jesuísmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Jesuísmo é uma visão filosófica separada do cristianismo ortodoxo a respeito de Jesus de Nazaré e seus ensinamentos, apreciando os seus ensinamentos e sua forma de viver como sendo a de um "homem bom e inteligente", mas rejeitando o argumento teológico de sua divindade. Muitos filósofos afirmam que o termo "Jesuísmo" é uma forma de distinguir do "Paulinismo" que, segundo estes filósofos, teria alterado as doutrinas e ensimanentos de Jesus e de seus apóstolos. De acordo com o escritor estadunidense Owen Flanagan, o "Jesuísmo é uma forma de filosofia naturalista e racionalista"1 evitando o conflito entre a ciência e a .

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. ^ J. Owen Flanagan. O problema realmente rígido: Significado em um Mundo Material. Cambridge: MIT Press, 2007. p.263