Poitiers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização de Poitiers
Rio Clain
Catedral de Saint-Pierre de Poitiers

Poitiers é uma cidade localizada no centro-oeste da França às margens do Rio Clain. O nome da cidade é derivado do romano Pictávio (em latim: Pictavium), o que acredita-se ser derivado da tribo celta que habitava a região, os pictones. Até hoje, o gentílico de quem nasce na cidade é Pictaviens em francês. Antes do período romano, era conhecida também como Lemono (em latim: Lemonum).

Poitiers é a capital do departamento de Vienne e da Região de Poitou-Charentes e possui 85.800 habitantes (2004), com densidade demográfica de 2.037 habitantes/km².

Brasão de armas de Poitiers.

História[editar | editar código-fonte]

A Batalha de Poitiers ocorreu em 19 de setembro de 1356, durante a Guerra dos Cem Anos.

Porém, a batalha mais conhecida de Poitiers foi em 732, quando Charles Martel (possuía esse estranho apelido por causa de sua ferocidade no combate: ele literalmente martelava a cabeça de seus oponentes) expulsou os sarracenos (mouros), banindo-os definitivamente do território francês. A batalha foi importante não só para a proteção da França contra a invasão dos sarracenos, mas foi igualmente importante para a descendência real francesa: os merovíngios, descendentes do rei franco Clóvis, caíram e, em seu lugar, assumiram os carolíngios (de Carlos Magno). O primeiro grande carolíngio conhecido seria Pepino, neto de Charles Martele avô de Carlos Magno.

Vale lembrar também que Carlos Magno (Charlemagne em francês), coroado em 800, comandou também incursões contra os sarracenos no sul da França. Numa dessas incursões, perdeu um de seus familiares, preso numa emboscada nos Pirineus. Esse fato inspirou a tão famosa "Chanson de Roland" (canção de Roland)

Foi também em Poitiers que, durante a Guerra dos Cem Anos, ocorreu o julgamento de Joana d'Arc (em francês Jeanne D'Arc) que decretou sua pena. Ela acabou por ser queimada viva.

Carlos VII de França fundou a Universidade de Poitiers em 1432.

Poitiers foi a capital de Poitou, antiga província francesa governada pelos Condes de Poitiers.

Hoje em dia, a Universidade de Poitiers abriga um campus de ciências sociais do Instituto de Ciências Políticas de Paris voltado para a América Latina ("Institut de Sciences Politiques de Poitiers"). Lá, ensina-se português, francês, espanhol e inglês, além dos alunos aprenderem noções específicas sobre Direito Internacional e Europeu, Economia, Relações Internacionais e noções culturais de cada país. A universidade aposta na diversidade cultural de seus alunos para manter sua excelência. Pelo fato dessa miscigenação cultural, a cidade que antes não tinha muita coisa, voltou sua atividade para o estilo de vida dos jovens, adquirindo uma vida boêmia que antes não havia.

A língua portuguesa é ensinada tanto na Universidade de Poitiers (que possui o segundo mais antigo departamento da França) quanto no campus do Instituto de ciências políticas (Sciences PO)

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Filhos da terra[editar | editar código-fonte]

Poitiers é a cidade natal de:


Ver também[editar | editar código-fonte]