Isidore Geoffroy Saint-Hilaire

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Isidore Geoffroy Saint-Hilaire
(1805-1861)
Nacionalidade  França
Data de nascimento 16 de dezembro de 1805
Local de nascimento Paris,  França
Data de falecimento 10 de novembro de 1861
Local de falecimento Paris,  França
Ocupação Zoólogo, etólogo e ornitólogo francês
Alma mater Universidade de Paris

Isidore Geoffroy Saint-Hilaire (Paris, 16 de dezembro de 1805  — Paris, 10 de novembro de 1861) foi um zoólogo, etólogo e ornitólogo francês. Junto com Johann Friedrich Meckel, o Jovem, é considerado um dos fundadores da Teratologia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Paris e era filho do naturalista francês Étienne Geoffroy Saint-Hilaire (1772-1844) e de sua esposa Pauline Brière de Mondétour. Seu avô materno era o político francês Isidore Brière de Mondétour (1753-1810)[1] . Em sua infância mostrou interesse por matemática, porém, eventualmente, veio a dedicar-se ao estudo de história natural e medicina, e em 1824, foi nomeado naturalista assistente de seu pai. De 1832 a 1837 publicou sua grande obra sobre Teratologia: "História Geral e particular das anomalias na organização do homem e dos animais", também conhecida como Tratado de Teratologia[2] , obra em três volumes. Saint-Hilaire realizou pesquisas sobre onfalite, celosomia[3] , hermafroditismo, etc, e credita-se a ele a introdução do termo Teratologia.

Em 14 de Agosto de 1829, recebeu seu diploma de doutor em Medicina, com a tese "Proposition sur la monstruosité considérée chez l'homme et les animaux"[4] e nesse mesmo ano escreveu para o seu pai a segunda parte de um curso de aulas sobre ornitologia, e durante os três anos seguintes deu aulas de zoologia no Ateneu de Paris, e de teratologia na Escola Prática[5] .

Em 1833, torna-se membro da Academia de Ciências, e em 1837, leciona na faculdade de ciências de Paris, e no ano seguinte, se encontra em Bordeaux para organizar uma faculdade do mesmo gênero. Em seguida, é nomeado inspetor da Academia de Paris e em 1840, torna-se professor de zoologia do Museu Nacional de História Natural. Após a saída de seu pai, em 1841, atuou como Inspetor-geral das Universidades em 1844 e membro do conselho real para instrução pública em 1845. Com a morte de Henri Marie Ducrotay de Blainville (1777-1850), foi nomeado professor de zoologia da Faculdade de Ciências. Em 6 de Outubro de 1854, fundou a "Sociedade de Aclimatação Zoológica" de Paris, onde atuou como presidente. O imperador Napoleão lhe ofereceu 19 hectares em Bois de Boulogne, comprometendo-se a sociedade para a introdução, aclimatação e domesticação das espécies animais úteis e ornamentais, e também com o aperfeiçoamento e multiplicação das raças recentemente introduzidas ou domesticadas. Depois do império, o programa de estudo se estendeu para a vegetação. Os acontecimentos políticos trouxeram uma modificação ao nome da sociedade como Sociedade Nacional de Aclimatação da França. Em 1855 tornou-se membro da Academia Alemã de Ciências Leopoldina, fundada por Leopoldo I, em 1652.

Isidore Geoffroy Saint-Hilaire morreu em Paris no dia 10 de Novembro de 1861. Sua esposa Louise Blacque-Belair (filha de François-Charles Blacque-Belair) lhe deixou um filho Albert Geoffroy Saint-Hilaire (1835-1919), que de 1865 a 1893 foi diretor do Jardim de Aclimatação (Jardin d'acclimatation) de Paris.

Isidore Geoffroy Saint-Hilaire era membro da Ordem Nacional da Legião de Honra e recebeu várias condecorações como:

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Acclimatation et domestication des animaux utiles. Maison rustique, Paris 1861.
  • Atlas contenant 20 planches avec leur explication et Table generale des matieres. Paris 1837.
  • Catalogue méthodique de la collection des mamifères, de la collection des oiseaux et des collections annexes. Gide & Baudry, Paris 1851.
  • Considérations générales sur les monstres. Tastu, Paris 1826.
  • Description des collections de Victor Jacquemont. Didot, Paris 1842-45.
  • Discours prononcé sur le tombe de M. Duméril. Paris 1860.
  • Domestication et naturalisation des animaux utiles. Dusacq, Paris 1854.
  • Essais de zoologie générale ou Mémoires et notices sur la zoologie générale, l'anthropologie et l'histoire de la science. Roret, Paris 1841-44.
  • Etudes Zoologiques. Lequien, Paris 1832.
  • Galerie zoologique ou exposé analytique et synthétique de l'histoire naturelle des animaux: sous la direction d'Isidore Geoffroy Saint-Hilaire, em colaboração com Adrien Antelme, Bibliothèque universelle de la jeunesse, 1837
  • Histoire générale et particulìere des anomalies de l'organisation chez l'homme et les animaux ou Traité de tératologie. Baillière, Haumann & Cattoir, Paris, Brüssel 1832-37.
  • Histoire naturelle générale des règnes organiques, principalement étudiée chez l'homme et les animaux. Masson, Paris 1854-62.
  • História natural dos mamíferos. Milão 1844.
  • La Vie d'Étienne Geoffroy Saint-Hilaire (1847)
  • Lakanal, sa vie, ses travaux à la Convention et au Conseil des Cinq-cents. Joubert, Paris 1849. (Joseph Lakanal (1762-1845), foi um político francês.)
  • Lettres sur les substances alimentaires et particulièrement sur la viande de cheval. Masson, Paris 1856.
  • Memoir on an American bat. Phillips, London 1825.
  • Notas sobre ossos e ovos encontrados em Madagascar, num aluvião recente, pertencente a um pássaro gigante. Londres, 1851.
  • Notice sur la zoologie. Delossy & Bouchard-Huzard, Paris 1838.
  • Principes de philosophie zoologique. Pichon & Didier, Paris 1830.
  • Propositions sur la monstruosité. Didot le Jeune, Paris 1829.
  • Sur des femelles de faisans à plumage de mâles (Sobre as fêmeas dos faisões, que assumem a plumagem do macho). Blackwood, Edinburgh 1827.
  • Vie, travaux et doctrine scientifique d'Étienne Geoffroy Saint-Hilaire, P. Bertrand, 1847. , obra sobre a vida de seu pai.

Referências

  1. (em francês) Isidore Brière de Mondetour (1753-1810)
  2. (em francês) Histoire générale et particulière des anomalies de l’organisation chez l’homme et les animaux
  3. Celosomia: malformação congênita do feto caracterizada pela falta de fechamento da parede anterior do corpo.
  4. Proposição sobre a monstruosidade considerada em homens e animais.
  5. (em francês) Isidore Geoffroy Saint-Hilaire "Digne de son père" (1805-1861) - Eric Salf.
  6. (em francês) Comandante da Legião de Honra

Ver também[editar | editar código-fonte]