Jericho (série)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Dezembro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.


Jericho
Jericó (PT)
Informação geral
Formato
Duração 43 min. aprox.
Criador(es) Jon Turteltaub (National Treasure)
País de origem EUA
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) Jon Turteltaub
Stephen Chbosky
Carol Barbee
Elenco Skeet Ulrich
Ashley Scott
Sprague Grayden
Kenneth Mitchell
Lennie James
Michael Gaston
Erik Knudsen
Gerald McRaney
Pamela Reed
Brad Beyer
Shoshannah Stern
Exibição
Transmissão original 20 de setembro de 200625 de março de 2008
N.º de temporadas 2
N.º de episódios 29

Jericho é uma série de televisão produzida pela CBS que conta a história de uma cidade do Kansas. Em um dia normal os habitantes de Jericho vêem no horizonte a forma clássica de uma nuvem em forma de cogumelo característica de uma explosão nuclear e acabam por ficar completamente isolados perguntando-se se são os únicos americanos com vida.[1]

Jericho teve seu fim decretado pela rede televisiva CBS ao fim de sua primeira temporada sem que fosse feito um final para a trama.[2] Porém devido ao movimento dos fãs da série, que de diversas formas se manifestaram contra a decisão dos executivos da rede, fazendo inclusive um abaixo assinado, conseguiram que a série fosse renovada, só que na mid season ("meia temporada") com apenas sete episódios.[3]

Segundos os produtores da série, esses sete episódios não serão suficientes para que seja dado um fim a série, e serão feitos para que os executivos deêm continuidade a Jericho.[4]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Cidades atacadas em Jericho(não oficial)

Jericho era, a par de Heroes, uma das séries que mais expectativa criou quando foi anunciada. Um tema extremamente atual e um cenário apocalíptico que prometia mexer com os nossos medos mais profundos.

A história se inicia com o regresso do filho pródigo Jake (Skeet Ulrich) à cidade natal tendo que lidar com os problemas com o pai, Johnston Green (Gerald McRaney). Recebido calorosamente por alguns amigos como Stanley (Brad Beyer) não consegue esquecer seu passado em Jericho ao encontrar-se com Emily (Ashley Scott).

Após uma passagem conturbada por Jericho, Jake decide ir embora e se depara com uma enorme nuvem em forma de cogumelo no horizonte. A cidade é afetada de diversas maneiras e sem meios de comunicação que lhes permitam saber o que realmente se passou, Jericho vai ter de aprender a defender-se sozinha.

E foi aqui que, para alguns, a série se perdeu. Os dias e as semanas que se seguiram às bombas deveriam ter sido de desespero e de confusão, de medo da radioatividade e de racionamento de comida, não de festas e celebrações. As consequências da chuva radioativa deviam fazer-se sentir com grande intensidade, mas na série foram quase ignoradas, preferindo-se afogar as mágoas no bar da esquina. A série estava a perder rapidamente a sua credibilidade

Mas, felizmente, na segunda metade da temporada a situação mudou. Pode-se compreender o porquê da cidade não ter sofrido tanto com a radioatividade. A escassez de mantimentos e de medicamentos faz-se sentir, e a população começa finalmente a reagir de forma mais natural: o pânico, as disputas e a inveja ganham cada vez mais destaque, e nem os apelos de união parecem fazer-se ouvir. As consequências dos ataques fora da cidade ganham também destaque, com o ataque de milícias armadas, a chegada de sobreviventes e pactos duvidosos com antigos aliados.

Por entre todos estes problemas, não é esquecida a história da conspiração em que Hawkins (Lennie James) está envolvido, quem largou as bombas e qual o objectivo. O seu verdadeiro papel na história é esclarecido, desvendando um pouco mais desta trama.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Cancelamento, retorno e cancelamento[editar | editar código-fonte]

A série começou em 2006 e iria terminar ainda na primeira temporada, não fosse o esforço dos fãs que mandaram milhões de cartas e e-mails à CBS. Com isso, a série ganhou uma sobrevida de 7 episódios em 2007. Como a audiência continuou abaixo do que a rede esperava a série foi cancelada.[5]

Existiram rumores de que a série poderia ser vendida para um canal fechado, já que contava com uma audiência boa para esse segmento.[6]

Em 2009 colocaram uma placa na entrada de Chicago dizendo "Jericho à venda: 6 milhões de orfãos".

Episódios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1] Minhaserie.com.br.
  2. [2] Universo Online. Teleseries.uol.com.br.
  3. [3] Universo Online. Teleseries.uol.com.br.
  4. [4] Cbsnews.com.
  5. [5] IGN.
  6. [6] Buddytv.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.