Universo Online

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Universo Online
Universo Online S/A
UOL logo.png
Página inicial do provedor, em 18 de janeiro de 2013.
Slogan O melhor conteúdo
Requer pagamento? Para certos conteúdos, sim
Gênero Portal
Cadastro Público / Pago / Não necessita cadastro
País de origem  Brasil
Idiomas Português
Lançamento 28 de abril de 1996 (18 anos)
Posição no Alexa Aumento 96ª no mundo; Aumento 5ª no Brasil (setembro de 2013[1] )
Desenvolvedor Grupo Folha
Proprietário Grupo Folha
Hypermarcas
Página oficial http://www.uol.com.br/

Universo Online (conhecido pela sigla UOL) é um provedor de conteúdo e um provedor de acesso à Internet brasileira, criado pela empresa Folha da Manhã, que edita o jornal Folha de S. Paulo. O UOL é atualmente o portal de internet brasileiro com maior índice de audiência, sendo superado em número de acessos no Brasil somente pelo Google, pelo Facebook e pelo YouTube.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Página inicial do portal em 8 de outubro de 2011.

A Origem[editar | editar código-fonte]

Cinco meses depois de sua inauguração, o UOL se uniu com seu concorrente, o portal da Editora Abril chamado BOL. Hoje não existe mais nenhuma participação da Editora Abril no portal, que também já foi propriedade parcial da PTM.com, uma holding da Portugal Telecom - e anteriormente da PT Multimédia (actual ZON), holding da Portugal Telecom. Hoje seu capital majoritário pertence ao Grupo Folha e a João Alves de Queiroz Filho, da holding Hypermarcas.[3]

Década de 90[editar | editar código-fonte]

Em 28 de abril de 1996, às 4h15 da manhã o provedor foi colocado no ar, em propriedade do Grupo Folha, abrindo assim o site no Brasil numa época em que a Internet possuía menos de quarenta mil usuários em todo o Brasil.[4]

Em 19 de julho de 1996, o UOL coloca em operação uma conexão de 2 megabits por segundo com a Internet,[5] para futuramente atender os seus 1 milhão de acessos à página da empresa recém-criada, e que ocorreram pela primeira vez no dia 27 do mesmo mês. No mês agosto do mesmo ano, o UOL inicia como provedor de acesso à Internet em São Paulo e no Rio de Janeiro, distribuindo um pacote de acesso que incluia conta de e-mail com a domínio uol.com.br e instalação do navegador Netscape versão 2.2, já em português.

Em 1997, com a Internet crescendo vertiginosamente, o UOL continuava criando novos fóruns com grupos de discussão e enquetes. No mesmo ano, estreia uma versão da Nova Enciclopédia Ilustrada Folha e a TV UOL, com programação 24 horas no ar mostrando clipes, entrevistas e trailers.

Para aumentar sua penetração no mercado de provedores de acesso, lança a operação AcessoNet, empresa de rede do UOL que permitiria expansão do acesso nas principais cidades do Brasil. Ainda neste ano a capacidade de conexão do UOL passa os 20 megabits e recebe o prêmio de melhor provedor e de site preferido dos internautas da revista Informática Exame.

No ano de 1998, realiza cobertura do show dos grupos U2, Oasis, Rolling Stones com sua turnê "Bridges to Babylon", em São Paulo, com bate-papos, fotos e comentários ao vivo. Absorve todos os assinantes da CompuServe no Brasil; sua capacidade de conexão passará a ser 74 megabits e é criado o discador UOL, que acaba com linha ocupada no acesso à Internet (uma inovação para a época).

Quando comemora 3 anos e revela que tem 350 mil assinantes, o UOL introduz o sistema de acesso ilimitado à Internet, mediante uma taxa com valor fixo; cria um versão online da Bíblia. Os investimentos continuam e o UOL recebe U$ 100 milhões para se expandir no mercado latino-americano, e em 30 de setembro entra em operação o UOL Internacional, estreando um site na Argentina. No mês seguinte, o Brasil Online, nova empresa do UOL Inc, passa a oferecer e-mail gratuito e nos próximos meses estréia portal no México, na Venezuela no Chile e chega aos Estados Unidos.

Década de 2000[editar | editar código-fonte]

Com a chegada do ano 2000, é lançada a operação NetGratuita, com provimento grátis de acesso à Internet, lança também um portal na Espanha e seus usuários tem novos modelos assistentes para criar sites pessoais. Em maio deste mesmo ano, recebe aporte de US$ 8 milhões da Patagon, e encerra as atividades do NetGratuita. Junto à Embratel, expande a capacidade de conexão com a Internet para 2,5 Gigabits por segundo.

Já com cinco anos de vida e atingindo o seu primeiro milhão de assinantes (o assinante de número um milhão cadastrou-se no site em 21 de abril), merece um lugar de destaque na história da Internet brasileira, pois não se contam mais de 20 provedores de acesso em todo o mundo - nas Américas, na Europa e na Ásia - que tenham atingido esta marca. Na América Latina, só o UOL e entre os provedores de acesso pago de países de línguas neolatinas só existem três com mais de um milhão de assinantes, o UOL entre eles. Em cinco anos, tempo suficiente para o mundo inteiro ter visto poucos empreendimentos de Internet darem certo e muitos darem errado, o UOL se mostrou capaz de desenvolver um modelo vencedor - baseado na qualidade do serviço e do conteúdo apresentado.

Para o ano de 2002, o UOL SA e Mercado Livre anunciam parceria e o Mercado Livre passam a ser o parceiro exclusivo de leilões do UOL SA em UOL Brasil, UOL Colômbia, UOL Sinectis e BOL. E é neste ano também que o UOL é a primeira empresa brasileira a atingir 5 milhões de visitantes num mês, ultrapassando 1,5 milhão de assinantes, crescendo 29% em receitas e melhorando resultado operacional em 70%, também impulsionado pela transmissão ao vivo Casa de Artistas 2, 24 horas por dia, que conta com bate bapo ao vivo com os participantes.

Em 2003, o UOL expande rede de acessos e passa a atender a 560 cidades brasileiras, sendo a maior rede de acesso à Internet de um provedor nacional. Diversos canais são lançados, como o UOL Business, que estréia com informações para corporações e executivos e canais de celebridades, como Leonardo, Raul Gil e Sandy & Junior.

Chegamos em 2004 e o UOL, é principal portal e provedor pago de acesso à internet do país. Como portal, o UOL reúne o mais extenso conteúdo em língua portuguesa do mundo. Esta organizado em 42 estações temáticas, com mais de 1.000 diferentes canais de notícias, informação, entretenimento e serviços, somando mais de 7 milhões de páginas e segundo o Ibope NetRatings, o UOL teve em janeiro 7,456 milhões de visitantes únicos domiciliares no Brasil, número que lhe dá a primeira posição no ranking dos maiores portais do país e representa mais de 60% de alcance nesse mercado. Isto significa que de cada dez pessoas que acessam a Internet a partir de casa, pelo menos seis visitam o portal UOL regularmente.

Em 2005 a empresa abre seu capital na BMF&Bovespa, mas volta a fechar o capital em 2012. A falta de transparência nos relatórios da empresa é tida como um fator relevante para o insucesso, assim como relatórios de avaliação (http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1009/noticias/uol-da-adeus-a-bolsa) Neste mesmo ano, o SDE resolveu abrir investigação contra o provedor, após um grupo de 150 pequenos provedores acusar o portal UOL de abuso de poder econômico. Em 2005 criou a rede social UOLkut, rebatizada de uolk, que é muito semelhante ao Orkut.[6]

Em 2006, o Uol lança Antivirus e Firewall, faz parceria com BBC para lançar site que ensina inglês, e faz parceria com o VideoLog. No ano seguinte, o Uol e Google anunciam parceria, melhorando o site de busca do UOL, também criando-se uma nova pagina de downloads, e faz uma grande melhora na segurança das contas, é criada a pagina "UOL Economia", uma nova parceria entre UOL e level up é feita, e a versão mobile do site é atualizada.

Em 2008, o UOLKut é fechado e da lugar ao UOL Mais (site de compartilhamento de videos, fotos, músicas, slides e textos do UOL); é criada uma pagina sobre tecnologia, o UOL Anuncia, sua primeira host de websites, Email do UOL (incluindo Zipmail e BOL) são atualizados com conceitos de web 2.0, TV UOL tem seu visual atualizado.

Em 2009, a Home Page da UOL é atualizada, o site passa a ser considerada o portal mais valioso da internet, é lançado um simulador de investimento na bolsa, serviço de cloud computing da uol é lançado, Radio UOL é lançada,e o serviço de Blogs do uol é atualizado.

Década de 2010[editar | editar código-fonte]

Em 2010, o Uol lança antivírus para celular, inaugura novo datacenter em São Paulo, realiza um debate presidencial na no site

Em 2011, o Uol lança GigaMail, traz seus aplicativos para o iphone e atualiza a homepage

Em 2012, o Uol amplia parceria com o discovery,lança curso de ingles online,anúncia novo portal para mulheres,cria um aplicativo sobre a formula 1.

Em 2013, atualiza homepage do site tanto no desktop quanto no celular.

Em 2014, o Batepapo uol agora tem um app para android e iOs, a TV UOL recebe atualização no visual e novo player, lança uma nova pagina chamada "opnião" em que os usuários podem enviar artigos via email,é lançado o novo visual dos fórums e a uma parceria entre o UOL ,ESPN e a RedeTV é feita.

UOL Afiliados[editar | editar código-fonte]

O Programa de Afiliados do UOL, ou UOL Afiliados, é um serviço para todos os usuários, assinantes do UOL ou não, que possuem site e querem aumentar a receita financeira. Ao se associar ao programa, o usuário passa a disponibilizar em seu site anúncios publicitários relacionados ao seu conteúdo, recebendo uma quantia a cada clique efetuado nos anúncios ou a cada conversão de assinatura, dependendo do tipo de anúncio escolhido.

Referências

  1. Alexa. Estatísticas. Página visitada em 15 de setembro de 2013.
  2. Alexa.com - Top Sites in Brazil.
  3. Portugal Telecom vende sua participação no UOL (em português). Folha.com (29 de outubro de 2010). Página visitada em 29 de outubro de 2011.
  4. UOL completa 13 anos em 28 de abril (em português). Sobre UOL. UOL (22 de abril de 2009). Página visitada em 29 de outubro de 2011.
  5. Acesso ao UOL fica mais veloz com 14 megabits (em português). Brasil Online. Folha Online (1 de outubro de 1997). Página visitada em 29 de outubro de 2011.
  6. http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1009/noticias/uol-da-adeus-a-bolsa

Ligações externas[editar | editar código-fonte]