João Batista Scalabrini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Beato João Batista Scalabrini, C.S.
Dom João Batista Scalabrini
Bispo de Placência; Fundador da Congregação dos Missionários de São Carlos
Nascimento 8 de Julho de 1839 em Fino Mornasco, Lombardia, Itália
Morte 1 de junho de 1901 (61 anos) em Placência, Emília-Romanha, Itália
Veneração por Igreja Católica
Beatificação 9 de novembro de 1997, Roma por Papa João Paulo II
Festa litúrgica 1 de junho
Padroeiro Ação Católica; migrantes
Gloriole.svg Portal dos Santos

Dom João Batista Scalabrini (Fino Mornasco, 1839 - Piacenza, 1 de junho de 1905) foi um bispo da Igreja Católica na cidade de Piacenza (Itália) e fundador da Congregação dos missionários de São Carlos, ou Scalabrinianos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Fino Mornasco, na província de Como (Itália), em 1839, foi ordenado sacerdote em 30 de maio de 1863. Foi professor no Seminário de Como até 1870, quando virou vigário da paróquia de São Bartolomeu na cidade de Como.

Recebeu a ordenação episcopal pelo beato papa Pio IX em 30 de janeiro de 1876 e foi enviado para a Diocese de Piacenza-Bobbio.

Em 1887, fundou a Congregação dos Missionários de São Carlos, ou Scalabrinianos, para cuidar dos imigrados italianos e, em 1895, nasceram as Missionarias de São Carlos. Em 1901, visitou os emigrantes italianos nos Estados Unidos e, em 1904, no Brasil.[1]

D. João Scalabrini morreu no dia 1 de junho de 1905, com 61 anos de idade, em Placência, na região de Emília-Romanha (Itália).

Post mortem[editar | editar código-fonte]

O corpo incorrupto de Dom Scalabrini, na urna onde repousa, aberto pelos 100 anos da morte em 2004, no Duomo de Piacenza.

No dia 9 de novembro de 1997, D. João Scalabrini foi beatificado pelo Papa João Paulo II.

Em 13 de abril de 2013, o túmulo foi violado por causa de roubo. Foram tirados o anel de D. João Batista, uma cruz, um terço de ouro e o cálice[2] . No 2 de maio de 2013, D. Gianni Ambrosio presidiu uma celebração reparadora[3] e em 1 de junho uma missa para recolocar o caixão no lugar [4] .

Em abril de 2014, dois dos três ladrões estavam em prisão domiciliar e as relíquias ainda não foram re-encontradas.[5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre João Batista Scalabrini