Joaquín Sabina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde outubro de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Joaquín Sabina
Joaquín Sabina na Feira do Livro de Madrid.
Informação geral
Nome completo Joaquín Ramón Martínez Sabina
Nascimento 12 de Fevereiro de 1946 (68 anos)
Origem Úbeda
País Flag of Spain.svg Espanha
Gênero(s) Rock
Ocupação(ões) Cantautor
Instrumento(s) Voz, Violão
Período em atividade 1978 - atualidade
Gravadora(s) Sony/BMG
Ariola
Epic
CBS
Página oficial www.jsabina.com

Joaquín Sabina (Úbeda, 12 de fevereiro de 1949) é um cantor e compositor espanhol, tendo seu trabalho reconhecido e apreciado em todo o mundo de língua espanhola, especialmente na Argentina.

História[editar | editar código-fonte]

Joaquín Sabina nasceu em 1949 em Úbeda,departamento de Jaén, na região andaluz e era filho de um policial e de uma dona de casa. Desde os quatorze anos escrevia poemas e tocava canções com os amigos na cidade natal. Em 1968, vai estudar na Universidade de Granada, mas logo larga os estudos para um exílio em Londres. As razões precisas que levaram Sabina a essa decisão são objeto de polêmica, mas sabe-se que o jovem Joaquín chegou a quebrar a vitrine de um banco, no furor do movimento estudantil espanhol contra o regime do general Franco.

Em Londres, Sabina organiza sessões de cinema com filmes proibidos na Espanha franquista, além de participar em montagens teatrais de esquerda, especialmente obras de Bertolt Brecht. Nessa época Sabina também amadurece como artista musical, pois se vê obrigado a tocar canções espanholas e latinas tradicionais nos restaurantes e bares nos arredores de Portobello Road, um reduto hispânico tradicional na capital britânica.

Em 1977, com a morte de Franco, Sabina retorna à Espanha e casa-se com a argentina Lucia, dando início a uma movimentada vida amorosa. Em 1978, instala-se em Madri com sua mulher e lança seu primeiro disco de canções: Inventario. Após seu primeiro disco, Sabina afasta-se do estereótipo do "compositor engajado" e adota uma roupagem mais roqueira, mais contemporânea, e discos como Malas compañías e Ruleta rusa o consagram como um artista de sucesso na Espanha e na América de língua espanhola.

Em 2001 sofreu um leve infarto cerebral que colocou a sua vida em perigo, recuperando poucas semanas depois sem sofrer sequelas físicas, mas o incidente influiu na sua forma de pensar e viu-se imerso numa importante depressão, o que o levou a abandonar os palcos durante algum tempo. Depois de ultrapassá-la, publicou o seu décimo-oitavo álbum, Alivio de luto (2005). Em 17 de novembro de 2009 publicou Vinagre y rosas.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1978 - Inventario
  • 1980 - Malas compañías
  • 1981 - La Mandrágora (com Javier Krahe e Alberto Pérez)
  • 1984 - Ruleta rusa
  • 1985 - Juez y parte
  • 1986 - En directo (ao vivo)
  • 1987 - Hotel, dulce hotel
  • 1988 - El hombre del traje gris
  • 1990 - Mentiras piadosas
  • 1992 - Física y Química
  • 1994 - Esta boca es mía
  • 1996 - Yo, mí, me, contigo
  • 1998 - Enemigos íntimos (com Fito Páez)
  • 1999 - 19 días y 500 noches
  • 2000 - Nos sobran los motivos
  • 2002 - Dímelo en la calle
  • 2003 - Diario de un peatón
  • 2005 - Alivio de luto
  • 2006 - Punto... (1980-1990)
  • 2006 - ...y Seguido (1992-2005)
  • 2009 - Vinagre y rosas'

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Joaquín Sabina


Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.