José Orozco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Orozco hombre de fuego GDL.JPG

José Clemente Orozco (n. Ciudad Guzmán, estado de Jalisco - 23 de novembro de 1883 - m. 7 de setembro de 1949) foi um dos maiores pintores mexicanos e um dos protagonistas do muralismo Mexicano, juntamente com Rivera e Siqueiros.

Orozco destacou-se principalmente na pintura mural, mas também se dedicou à pintura de cavalete, à aquarela, ao desenho e à caricatura, que fazia mais como forma de sustento do que como arte.

A temática central da sua obra é a revolução, a luta do povo para atingir os seus ideais e uma nova sociedade. A representação formal na sua obra reflete uma mistura de influências estéticas que vão do realismo ao expressionismo e passam pela arte renascentista italiana dos séculos XV e XVI.

Orozco trabalhou principalmente no México, onde a sua atividade de muralista foi mais intensa, mas, à semelhança de outros muralistas mexicanos, desenvolveu algumas obras nos Estados Unidos. Um de seus mais famosos murais se encontra no Dartmouth College, em New Hampshire, e foi pintado entre 1932 e 1934, abrangendo quase 300 m² em 24 painéis. Outro de seus murais pode ser encontrado na New School for Social Research, atualmente New School University.

Entre 1922 e 1949, Orozco pintou uma superfície total de 4.700 m², em dezessete edifícios no México e quatro nos Estados Unidos.


Principais obras[editar | editar código-fonte]

Mural "Omnisciencia", 1925.
  • Zapatistas
  • Catarsis
  • Combate
  • Prometeu
  • Barricada

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.