Língua mundari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde maio de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Mundari
Falado em: Índia, Bangladesh, Nepal
Total de falantes: 2.074.700
Família: Austro-asiática
 Munda
  Munda setentrional
   Kherwari
    Mundari
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: ambos:
Mundari — unr
Munda — unx

O mundari é uma língua munda, da família das línguas austro-asiáticas falada pelo povo munda e pelos adivasi, no leste da Índia, em Bangladesh e no Nepal. É muito relacionada às línguas santali e ho (com uma inteligibilidade de 50%).

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Os dialetos do mundari são hasada', kera', latar, bhumij (70 - 84% do léxico inteligível, divide-se nos sub-tipos sadar, munda, thar);

Outros nomes da língua são mandari, mondari, munari, horo, colh.

Falantes[editar | editar código-fonte]

São cerca de 2 milhões os falantes do mundari, a maioria sendo hinduístas e agricultores das regiões:

O nível de alfabetização dos falantes do mundari varia entre 10 a 30% para os que a falam como primeira língua e de 50% a 75% para o que a tem como segundo idioma. A língua não tem status oficial em nenhum dos 3 países, embora já existam dicionários, traduções da Bíblia (de 1910 e de 2002) e alguma literatura no dialeto bhumij, além de programas de rádio

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua utiliza quatro diferentes alfabetos, conforme a região onde o idioma língua é falado:

Características básicas dos quatro alfabetos:

  • 5 sons vogais (a, i, u, e, o) com suas seis combinações (dois com a) com a consoante K
  • 30 sons consoantes
  • 10 numerais próprios (nos três alfabetos da Índia)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Evans, Nicholas & Toshki Osada. 2005a. Mundari: the myth of a language without word classes. In Linguistic Typology 9.3, pp. 351-390.
  • Evans, Nicholas & Toshki Osada. 2005b. Mundari and argumentation in word-class analysis. In Linguistic Typology 9.3, pp. 442-457
  • Hengeveld, Kees & Jan Rijkhoff. 2005. Mundari as a flexible language. In Linguistic Typology 9.3, pp. 406-431.
  • Newberry, J. (2000). North Munda dialects: Mundari, Santali, Bhumia. Victoria, B.C.: J. Newberry. ISBN 0921599684

Ligações externas[editar | editar código-fonte]