Língua protoindo-iraniana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O protoindo-iraniano (também designado como proto-ariano) é uma língua ancestral reconstruída do ramo Indo-iraniano do Indo-europeu. Os seus falantes, os hipotéticos Protoindo-iranianos, poderão ter vivido no terceiro milénio a.C., sendo usualmente relacionados com o horizonte arqueológico inicial de Andronovo.

O protoindo-iraniano seria um grupo satem que se teria demarcado em menos de um milénio do protoindo-europeu e, depois, também em menos de um milénio, do Sânscrito védico do Rigveda, pelo que seria a língua ancestral das Línguas indo-arianas, das Línguas iranianas e das Línguas nuristânicas. A principal mudança fonética a separar o protoindo-iraniano do protoindo-europeu é o colapso das vogais*e, *o, *a, sujeitas à acção do ablaut, numa única vogal, o *a protoindo-iraniano (ver também, a este respeito a lei de Brugmann). A lei de Grassmann, a lei de Bartholomae, e a lei fonética de Ruki eram também completas no protoindo-iraniano.

Entre as mudanças fonéticas que se realizaram com a passagem do protoindo-iraniano para as línguas indo-arianas, está a supressão da fricativa vocalizada *z, e em relação ao iraniano conta-se a desaspiração das aspiradas vocalizadas do PIE (protoindo-europeu).

Protoindo-iraniano Persa antigo (PA), Avesta) Sânscrito védico
*açva ("cavalo") Av, PA aspa aśva
*bhag- PA baj- (bāji; "tributo") bhag- (bhaga)
*bhrātr- ("irmão") PA brātar bhrātṛ
*bhūmī ("terra") PA būmi bhūmī
*martja ("mortal", "homem") PA martya martya
*māsa ("lua") PA māha māsa
*vāsara ("cedo") PA vāhara ("primavera") vāsara ("manhã")
*arta ("verdade") Av aša, PA arta ṛta
*draugh- ("falsidade") Av druj, PA draug- druh-
*sauma "espremido (sumo)" Av haoma soma

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • PARPOLA, Asko, 'The formation of the Aryan branch of Indo-European', in Blench and Spriggs (eds), Archaeology and Language III, London and New York (1999).
  • LUBOTSKY, Alexander, "The Indo-Iranian substratum" in Early Contacts between Uralic and Indo-European, ed. Carpelan et al., Helsinki (2001).
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.