Língua avéstica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Avéstico (avesta)
Falado em: Pérsia antiga
Extinção: Século VIII
Família: Indo-europeia
 Indo-iraniana
  Iraniana
   Avéstico
Códigos de língua
ISO 639-1: ae
ISO 639-2: ave
ISO 639-3: ave
AvestanZoroastrianCreed.jpeg

O avéstico[1] (muito conhecido também como zenda ou zend) é uma língua iraniana oriental, próximo ao sânscrito, pertencente à família das línguas indo-europeias, utilizado na antiga Pérsia, na qual está escrito o Avesta ou livro sagrado do Zoroastrismo.

Características gerais[editar | editar código-fonte]

As palavras em avéstico pode pertencer a três géneros: masculino, feminino e neutro. Quanto ao número as palavras podem pertencer ao número singular, dual ou plural. É uma língua flexiva: os substantivos são declinados em oito casos (nominativo, acusativo, instrumental, dativo,ablativo, locativo e genitivo).

O alfabeto avéstico é uma evolução da escrita palavi tardia que por sua vez derivava do alfabeto aramaico.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Única forma em língua portuguesa registrada no Houaiss e no Aurélio.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.