Lamborghini Countach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lamborghini Countach
Lamborghini Countach LP500S.jpg
Visão Geral
Produção 19741990
Fabricante Lamborghini
Modelo
Classe Supercarro
Carroceria Coupé de 2 portas
Ficha técnica
Motor 4.0 L (3929 cc) V12
5.0 L (4754 cc) V12
5.2 L (5167 cc) V12
Dimensões
Comprimento 4140 mm
Entre-eixos 2500 mm
Largura 2000 mm
Altura 1070 mm
Peso 1490 kg
Cronologia
Último
Último
Lamborghini Espada
Lamborghini Diablo
Próximo
Próximo
Lamborghini Countach, vista de cima.

O Lamborghini Countach foi um superesportivo produzido pela Lamborghini na Itália. O primeiro protótipo surgiu em 1971, e a produção durou até 1990. Não foi o primeiro carro de linhas angulosas e formato de cunha, mas certamente foi um dos que ajudaram a popularizar o conceito, presente em muitos outros supercarros desde então. Também popularizou a idéia de se "empurrar" o habitáculo dos passageiros para frente, a fim de acomodar um motor maior.

Naquela época, batizar os modelos da marca com o nome de touros consagrados, já era tradição da marca e o Countach não foge à regra.O Countach foi o último carro com propriedade de Ferruccio Lamborghini

Em 2004 o carro foi listado como o número três na lista Top Sports Cars of the 1970s da revista Sports Car International, e décimo na lista Top Sports Cars of the 1980s.

Estilo e desenho[editar | editar código-fonte]

O Countach foi projetado por Marcello Gandini, do estúdio Bertone, o mesmo estúdio que desenhou o Lamborghini Miura. O corpo do Countach era largo e baixo, mas não muito longo. O desenho era caracterizado pelo perfil angular da carroceria e pelas linhas retas que acentuavan-se em agulosamente, as formas que predominvam na carroceria eram trapezoidais. As portas, que abriam para cima e à frente tornaram-se marcas registradas da marca e foram usadas em modelos posteriores. O desenho era bastante futurista e até hoje não é visto da mesma forma como os demais esportivos daquela época, sendo considerado um carro muito bonito.

Motor[editar | editar código-fonte]

As rodas traseiras eram tracionadadas pelo tradicional motor [[Lamborghini V10 ]] montado na longitudinal e centralmente. Para a distribuição melhor do peso, o motor é realmente invertido, onde o eixo de saída está na parte dianteira, e a caixa de engrenagens é na frente do motor, e o eixo cardã trasmite a potência para o diferencial traseiro. Embora de planejado originalmente como um motor de 5 litros (5.000cc), os primeiros carros da produção usavam o motor de 4 litros do Lamborghini Miura. Avanços posteriores aumentaram o deslocamento para 5 litros e 5.2 litros no modelo ("Quattrovalvole") com quatro válvulas por cilindro. Os Lamborghini Countach eram equipados com seis carburadores Weber até a chegada do modelo 5000QV, numa versão para o mercado norte-americana, que usava a central Bosch K-Jetronic de injeção do combustível. O modelo europeu, entretanto, continuou usando os carburadores até a chegada do Lamborghini Diablo, que substituiu o Countach.

Modelos[editar | editar código-fonte]

Countach 25º Aniversário[editar | editar código-fonte]

Nomeado para homenagear aniversário da empresa 25,em 1988,o Countach 25th Anniversary era mecanicamente muito semelhante ao 5000QV mas ostentava um estilo mudou muito. As traseiras "caixas de ar" foram reestilizado e ampliada, enquanto as aberturas atrás deles foram alterados para que eles correram de frente para trás, em vez de lado a lado. Além disso, uma entrada de ar novo e contornando lado, ambos com entrada de ar, foram ajustados, e as luzes traseiras foram restyled a ser mais estreita, com o corpo de cor painéis substituindo as partes superior e inferior das luzes traseiras anteriores grandes. As mudanças de estilo eram impopulares com muitos, particularmente desde a ingestão teve tábuas em que eles apareceram para imitar os da Ferrari Testarossa , mas eles melhoraram de arrefecimento do motor, um problema o Countach sempre tinha lutado com. Ele também contou com 345/35R15 pneus; os pneus mais largos disponíveis em um carro de produção no momento. O aniversário foi produzido até 1990, quando foi substituído pelo Lamborghini Diablo .

Prototype LP500[editar | editar código-fonte]

Um único protótipo foi construído, o LP500 (o número 500 refere-se ao deslocamento do motor que que se pretendia usar). Com a pintura amarelo girassol, inicialmente era um carro-conceito que foi exibido no Salão de Genebra em 1971. Os pequenos dutos de entrada de ar nos para-lamas traseiros do carro provaram ser insuficientes para refrigerar o carro, e largas tomadas de ar foram adicionadas nessa posição. O carro experimental foi construído também de lâminas de alumínio entre outras coisas, e não foi industrializado. Lamborghini Countach silver 25 Years Edition hl TCE.jpg

O carro não foi durou: foi sacrificado em um crash test para ganhar a aprovação européia, mesmo que seu método da construção fosse muito diferente de veículos de produção à época.

Production LP400[editar | editar código-fonte]

O primeiro modelo comercial do Countach foi o LP 400, com motor de 4.0 litros (3929 cc). O carro nº 1 foi vendido a um australiano.

LP400S[editar | editar código-fonte]

LP400 rear-side
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2007). Ajude e colabore com a tradução.


Depois de dois anos e 157 carros, Lamborghini Countach actualiza o seu seminal para dentro e para fora. O novo modelo estreou no Salão Automóvel de Genebra 1978 e foi produzido por quatro anos para um total de cerca de 240 carros. A mudança mais drástica foi a introdução de pneus Pirelli P7, os pneus mais largos disponíveis no mercado no momento. Isso tornou necessário adicionar chamas de defesa enormes e um pára-choque dianteiro combinando com um spoiler dianteiro mais agressivo.

Sob a pele, muito da suspensão foi substituído para as rodas maiores. Lamborghini substituiu o layout wishbone de idade com um sistema paralelo ligado para acomodar novos ATE Freios a disco e lança rodas de magnésio de Campagnolo.

Durante esta transição, o carro perdeu o telhado Periscopa e muitos consideram atualmente que perdeu muito do charme do desenho original. LP400S Muitos foram enviados de volta para a fábrica para ser reequipada com jantes menores, velhos freios Girling eo olhar limpo do primeiro projeto.

Quer ou não as rodas grandes contribuíram para o Countach é motivo de debate. O maior piso pouco fez para ajudar a dirigibilidade do carro, deixando o LP400 padrão para ser um carro muito mais ágil. Muitas pessoas simplesmente preferem o Countach originalmente concebido por Marcello Gandini da Bertone.

Joe Sackey do lamborghiniregistry.com identificou três séries distintas de produção LP400S. Ele diz que os primeiros 50 ou mais carros retido algumas características do original LP400, tais como "o volante original LP400. Pequenos calibres Stewart Warner, carburadores 45mm e uma suspensão rebaixada". A próxima série veio em algum momento de 1979, e perdeu todos os LP400 bits e um rodas de magnésio ligeiramente redesenhados. A série final tinha um espaço interior mais alto e levantado configurações de suspensão.


Leia mais em http://www.supercars.net/cars/948.html # DXfQw3KUHYmdsdAJ.99

LP500S[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2007). Ajude e colabore com a tradução.

5000QV[editar | editar código-fonte]

Em 1985 o motor foi novamente melhorado, suavizado e levado a 5.2 litros, recebendo 4 válvulas por cilindro ('quattrovalvole" em italiano). Os carburadores foram então deslocados do lado para o topo do motor para melhorar a aspiração de ar - infortunadamente isto criou uma saliência no compartimento do motor que reduziu a já pouca visibilidade traseira, para quase nada. Algumas peças da carroceria foram substituídas por Kevlar. Em versões posteriores, os carburadores foram substituídos por injeção de combustível. Pela primeira vez, um modelo atendendo as especificações USA. foi produzido, com mudanças do design de modo a permitir aos parachoques atender às determinações federais USA (grandes e volumosos, o que para muita gente arruinou as linhas elegantes do veículo). Ainda que esta fosse a alteração mais visível exteriormente, a mudança mais proeminente sob o capô foi o uso do sistema K-Jetronic da Bosch, que, utilizando injeção de combustível veio substituir os seis carburadores Weber usados no modelo europeu.

No mesmo ano, o motor foi melhorado outra vez, furado e afagado a 5.2  litros e dado quatro válvulas por o cilindro ( do quattrovalvole do no italiano). Carburador o s foi movido dos lados para o alto do motor para respirar melhor - infelizmente este criou um hump na plataforma do motor, reduzindo a visibilidade traseira já pobre a quase nada. Alguns painéis do corpo foram substituídos também por Kevlar. Em umas versões mais atrasadas do motor, os carburadores foram substituídos com o fuel-injection.

Para a primeira vez, um modelo da especificação dos E.U. foi produzido pela fábrica, com denominar mudanças para permitir que os amortecedores encontrem-se com os amortecedores federais dos padrões dos E.U. (grandes, volumosos foram usados que, a muitos povos, arruinaram as linhas lisas do carro). Embora esta mudança fosse a mais notável no exterior, a mudança a mais proeminente sob a capa era o uso Bosch da injeção do combustível de K-Jetronic, melhor que os seis carburadores de Weber usados nas Euro-especs. modelam. -->

25th Anniversary Countach[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2007). Ajude e colabore com a tradução.

Walter Wolf Countach[editar | editar código-fonte]

Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2007). Ajude e colabore com a tradução.

Produção[editar | editar código-fonte]

Um total de 2,042 carros foram construídos durante o período de 16 anos em que a Countach foi produzida:

protótipo LP400 LP400S LP500S LP500S QV 25 Anniversary
1 157 237 321 676 650

Mais da metade foi produzida nos cinco anos finais, uma vez que os proprietários da Lamborghini aumentaram a produção.

Aparições em outras mídias[editar | editar código-fonte]

  • A Countach ficou famosa no filme Cannonball Run e Cannonball Run II, em "Miami Vice", e no desenho animado The Transformers como os gêmeos Autobot Sunstreaker e Sideswipe, como os transformers "Red Alert", e como o "stunticon" Breakdown.
  • Uma réplica apareceu no filme de Jackie Chan, Rumble in the Bronx.
  • O esportivo Infernus que apareceu no jogo Grand Theft Auto: Vice City foi baseado na Countach.
  • Countachs apareceram no filme de Dolph Lundgren, Joshua Tree, apesar do fato de todos os carros serem réplicas.
  • A Countach fez sua estréia nos vídeo games no jogo Test Drive e na seqüência Test Drive II: The Duel. Também apareceu no jogo de 1988 Crazy Cars.
  • Aparece também no jogo Stunts, de 1990
  • No jogo de fliperama de 1988, Chase HQ, a Countach aparece como um perseguidor em um nível posterior.
  • Num episódio da série It's Always Sunny in Philadelphia, Frank (Danny DeVito) compra um Lamborghini Countach amarelo, de natal, para si mesmo.
  • No filme Rain Man onde aparece como boa oportunidade de negócios entre milionários nos anos 80 em um filme marcante. Com Dustin Hoffman e Tom Cruise.
  • Há um mangá que foi criado por Umezawa Haruto chamado Countach, que conta a historia de um homem que misteriosamente compra uma Countach LP400
  • Apareceu no Need For Speed III Hot Pursuit lançado em 27 de Setembro de 1998.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde agosto de 2007). Ajude e colabore com a tradução.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lamborghini Countach