Leandro Léo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
este artigo contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde outubro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Leandro Léo
Nascimento 17 de agosto de 1987 (26 anos)
Rio de Janeiro  Brasil
Leandro Leo Página oficial

Leandro Léo (Rio de Janeiro, 17 de Agosto de 1987) é um ator, cantor e compositor brasileiro.

Em 1999 estrelou o longa-metragem Castelo Rá-Tim-Bum, o Filme, e em 2002 entrou para o Sítio do Picapau Amarelo para interpretar um personagem não fixo chamado Pesadelo. Seu personagem participaria do programa durante apenas dois meses, mas o personagem e o ator fizeram tanto sucesso que em 2003 a diretora Cininha de Paula convidou Leandro para participar do Sítio e Pesadelo virou um personagem fixo. Ficou no Sítio do Picapau Amarelo durante três anos, mas saiu em 2006, quando foi contratado pela Rede Record para atuar na novela Vidas Opostas. O ator participou também do extinto Gente Inocente da Rede Globo com papel fixo.

Em 2009, interpretou João Leme na novela Poder Paralelo da Record.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Por volta de 1992, aos cinco anos de idade, antes de pensar no que queria fazer da vida, Leandro Léo já havia começado a trabalhar com a música. Chegou a gravar dois LP’s em 1994 e, com eles realizou muitos shows e participou de vários programas de auditório, além de muitas propagandas de televisão em São Paulo, que lhe rendeu uma boa popularidade entre as produtoras da época.

Sua primeira ida ao teatro foi para fazer um teste para “Onde está o Nino?’’, espetáculo para crianças, com direção de Mira Haar.

Desde então foi sua primeira experiência teatral, que durante dois anos permaneceu em temporada e viajou pelo Brasil.

Logo após foi selecionado para participar do elenco do longa-metragem “Castelo Rá-tim-bum” que além de interpretar o personagem João, também gravou duas faixas do CD da trilha sonora do filme.

Fez parte do elenco de cantores do “Gente Inocente”, programa da Rede Globo, dirigido por Cininha de Paula quando foi indicado para integrar o elenco da opereta “O cavalinho azul”, de Maria Clara Machado, com direção cênica de Cacá Mourthé e direção musical de Tim Rescala. A oportunidade fez que Léo e sua família mudasse de São Paulo para o Rio de Janeiro. Com o espetáculo, Léo foi indicado ao Prêmio TIM de Música como o melhor intérprete.

Em 2005 foi convidado a interpretar o índio “Tininin”, no espetáculo musical “A Turma do Pererê”, com direção de Tim Rescala e Stella Miranda. Cininha foi uma das profissionais responsáveis pela a consagração do ator no meio artístico.

Após o término do programa, que já havia durado três anos no ar, foi convidado por ela para integrar o elenco do “Sítio do Pica Pau Amarelo”. Foram mais três anos no ar, sob sua direção, desta vez com o personagem “Pesadelo”.

Como cantor, participou do Dvd Multishow ao vivo de Maria Gadú e tem várias composições.

Também foi intérprete da música tema da personagem. Logo após o Sítio, foi convidado pela Rede Record para integrar o elenco fixo da emissora, tendo realizado desde então duas novelas “Vidas Opostas” de Marcílio Moraes, “Poder Paralelo” de Lauro César Muniz e Balacobaco. Na Rede Record, atuou como Davi, personagem principal da minissérie “Rei Davi”, escrita por Vivian de Oliveira. E atualmente interpreta o personagem Vinagre (Ivaldo Batista) na novela Balacobaco na Rede record.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Novelas e Séries[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - Verdade Verdadeira.... Mendigo Violeiro

Programas de TV[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]