Lisístrata

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lisístrata é o nome de uma comédia antiguerra escrita por Aristófanes em 411 a.C..

Na época em que foi escrita, Atenas atravessava um período difícil de sua história. Abandonados por seus aliados, os atenienses tinham ao redor das muralhas de suas cidades as tropas de Esparta. Essa luta fratricida enfraquecia a Grécia, pondo-a à mercê dos Persas. A peça de Aristófanes, faz uma crítica severa a essa guerra, envolvendo as mulheres das cidades gregas na Guerra do Peloponeso, lideradas pela ateniense Lisístrata, que decidem instituir uma greve de sexo até que seus maridos parem a luta e estabeleçam a paz. No final, graças às mulheres, as duas cidades celebram a paz.

Traduções[editar | editar código-fonte]

No Brasil, fizeram traduções do grego Adriane da Silva Duarte, Ana Maria César Pompeu, Mário da Gama Kury (este, contudo, fez adaptação para representações modernas).

  • DUARTE, Adriane da S. Aristófanes. Duas comédias: Lisístrata e As tesmoforiantes. São Paulo: Martins Fontes, 2005
  • POMPEU, Ana M. C. Aristófanes. Lisístrata. São Paulo: Cone Sul, 1998
  • KURY, Mário da G. A greve do sexo / A revolução das mulheres. Rio de Janeiro: Jorge Zahar