Lisa Hannigan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lisa Hannigan
Lisa Hannigan deco16-10.jpg
Lisa Hannigan no Temple Bar, Dublin.
Informação geral
Nome completo Lisa Margaret Hannigan
Nascimento 12 de Fevereiro de 1981 (33 anos)
Origem Kilcloon, Condado de Meath
País Predefinição:IRLANDA
Gênero(s) Indie folk
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 2001 - atualmente
Gravadora(s) Barp
ATO Records
Play It Again Sam
Afiliação(ões) Damien Rice
Tom Osander
Vyvienne Long
Shane Fitzsimons
Joel Shearer
Brendan Buckley
Página oficial Site Oficial

Lisa Margaret Hannigan (Kilcloon, Condado de Meath, 12 de Fevereiro de 1981) é uma cantora e compositora irlandesa.

Lisa iniciou sua carreira musical cantando com Damien Rice em 2001, participando dos shows e da gravação dos dois primeiros álbuns de estúdio do cantor. Ela está presente na maioria das músicas do álbum O. No álbum 9, ela participa da música "9 Crimes" que foi o primeiro single do disco.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lisa já se interessava pelo canto desde os tempos de escola, cantando nos corais escolares, ouvindo Maria Callas e tentando reproduzir o que escutava no rádio. Depois de se encontrar com o músico Damien Rice, iniciou uma parceria musical que reforçou sua ligação com o mundo da música. Participou da produção e gravação dos primeiros singles do cantor, e quando ele gravou o primeiro álbum, Lisa participou de todas as faixas. Durante o período em que o cantor esteve em turnê, Lisa acompanhou-o, juntamente com um grupo de músicos, com os quais travou um relacionamento profissional que rendeu outros trabalhos conjuntos. Além de emprestar a voz às canções de Rice, Lisa também cantou com Mic Christopher e Herbie Hancock. Após uma participação menor no segundo álbum de Damien Rice, Lisa desligou-se dele em março de 2007,[2] e junto com Tom Osander, Shane Fitzsimons e Donagh Molloy iniciou a gravar seu primeiro single, com a participação dos músicos Gavin Glass, Lucy Wilkins e Long Vyvienne.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Notas
2001 "What a Curious Notion" Faz os vocais nessa música do álbum Skylarkin', de Mic Christopher. O álbum foi terminado após a morte dele em 2001.[3] [4]
2001 "Get the Party Started" Dueto com Damien Rice para o álbum Even Better Than the Real Thing Vol. 1 realizado na Irlanda em 2003.[4]
2003 "Then Go" Hannigan canta esta canção composta por Rice, incluída no álbum Live from the Union Chapel.[4]
2003 "Once I Loved", "Desafinado", "Waters of March (águas de março)" Com Damien Rice, para a trilha sonora do filme irlandês Goldfish Memory.[3] [4]
2004 "Sideways Down" Faz os vocais nessa canção do álbum Burn the Maps de 2004.[3] [4]
2005 "Unplayed Piano" Dueto com Damien Rice, o single foi lançado em 2005 como apoio à campanha pela libertação de Aung San Suu Kyi na data de celebração de seu sexagésimo aniversário.[4] [5] [6]
2005 "Don't Explain" Com Damien Rice e Herbie Hancock. É uma participação no álbum Possibilities.[4]
2006 "Don't Fuck with Me" Dueto com David Kitt, em seu álbum Not Fade Away.[4]
2006 "Banríon Mo Chroí" Uma versão irlandesa para a canção "Queen of Hearts" (Mary Janes / Mic Christopher). Hannigan interpreta a canção juntamente com Shane Fitzsimons, Tomo e Vyvienne Long. A música é integrante do álbum Ceol 06.[4]
2006 "Couldn't Love You More" Uma canção inédita composta por John Martyn .[4]
2007 "Last Leaf" Composta por David Geraghty, a canção é integrante do álbum The Cake Sale, um álbum gravado com a participação de diversos músicos irlandeses objetivando angariar fundos para as campanhas "Oxfam" e "Ireland Make Trade Fair" , em novembro de 2006.[4] [7]
2007 "Some Surprise" Composição de Paul Noonan, Lisa canta em dueto com Gary Lightbody. Canção integrante do álbumThe Cake Sale.[8] Foi uma das canções que apareceram na série de TelevisãoGrey's Anatomy em 2007.[9]
2007 "Needles" Composição de Damien Rice para o projeto The Cake Sale.[4] [8]
2008 "Christmas Past" Dueto com Mick Flannery em 2008.[10] [11]
2008 "Sea Sew" Primeiro álbum somente da cantora, com 10 faixas de músicas que acompanham o seu estilo, incluindo os singles I Don't Know e Lille
2009 "Courting Blues" Versão irlandesa para a canção Bert Jansch integrante do álbum Sparks n' Mind.Springsteen, Pixies & Portishead covered for Irish charity album Hot Press (25 de maio de 2009). Página visitada em 17 de setembro de 2009.

Singles[editar | editar código-fonte]

ano Título
2008 "Lille" e "I Don't Know"

Referências

  1. a b Lisa Hanniga Bio (em inglês) Jambase. Página visitada em 16 de setembro de 2009.
  2. Lisa Hanniga Biography (em inglês) AllMusic. Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  3. a b c Lisa Hannigan Other Voices. Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  4. a b c d e f g h i j k l Side Projects Eskimo Friends. Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  5. Unplayed Piano Top40-Charts. Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  6. Damien Rice: The world's most reluctant pop star The Independent (19 de junho de 2005). Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  7. The Cake Sale Yep Roc Records. Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  8. a b The Cake Sale - Biografia (em português) last. Página visitada em 19 de agosto de 2009.
  9. Grey's Anatomy gets an Irish flavour RTÉ (2007-11-23). Página visitada em 2009-03-14.
  10. Loaded: 12/12/2008 Irish Independent (12 de dezembro de 2008). Página visitada em 17 de setembro de 2009.
  11. Lisa's Duet with Mick Flannery Site oficial (12 de setembro de 2008). Página visitada em 17 de setembro 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]