Litíase

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Lítíase ou cálculo são termos utilizados para designar formações pétreas de composições diversas (cálcio, colesterol, urato, etc.) no organismo humano em especial nas vias urinárias e biliares e também nos animais, podendo levar a doenças . São condensações (depósitos ) de íons e sais formados no interior do rim, pode ter 3 caminhos: Aumento de tamanho, Eliminação e a Estabilização

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento convencional do cálculo urinário consiste na ingestão de analgésicos e muito líquido. Também podem ser receitados remédios que ajudam na dissolução de certas substâncias da urina, como o cálcio. Muitos médicos estão utilizando atualmente um composto de fosfatos reativos (PO4) para dissolução dos cálculos renais. O NQI (Núcleo Quelado Inteligente) tem se mostrado muito eficaz. Em muitos casos, ainda utiliza-se cirurgia. Hoje em dia, são utilizadas algumas alternativas ao bisturi, como a litotripsia extracorpórea, que consiste em submeter o paciente a ondas de choque que quebram os cálculos dentro do rim, facilitando a sua eliminação pela urina. Há ainda instrumentos que são introduzidos


O tratamento também pode ser realizado por 4 principais tipos de abordagem cirúrgica, dependente da localização, tamanho e tipo do calculo [1] .

  1. Litotripsia extracorpórea por ondas de choque;
  2. Cirurgia percutânea;
  3. Ureterolitotripsia endoscópica;
  4. Cirurgia convencional.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Riella, Miguel Carlos. Principios de nefrologia e disturbios hidroeletroliticos. Guanabara Koogan, 2010.