Lucy Montoro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Lucy Pestana Silva Montoro (Jundiaí, 25 de março de 1916  — 15 de fevereiro de 2002) foi uma filantropa, assistente social e primeira-dama do estado de São Paulo durante o governo de André Franco Montoro em São Paulo. Era formada em Filosofia, Pedagogia e Serviço Social.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lucy Pestana Silva Montoro foi a sexta presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo. Lucy era casada com o governador André Franco Montoro e teve sete filhos com o mesmo (Maria Lúcia, André Franco Montoro Filho, Eugênio Augusto, Paulo Guilherme, José Ricardo, Mônica e Fernando.)

Morreu em 15 de fevereiro de 2002 em uma viagem de táxi pela Rodovia dos Imigrantes, quando o motorista em alta velocidade colidiu com um caminhão e tanto Lucy quanto o motorista morreram[1] . Sua filha Mônica na ocasião ficou internada mas não veio a falecer.

Em 2008 foi homenageada pelo então governador José Serra na construção da Rede de Reabilitação Lucy Montoro que é uma rede pública de hospitais de reabilitação da saúde[2]

Referências

  1. Folha de São Paulo (15/02/2002). Viúva do governador Franco Montoro morre em acidente 15/02/2002. Visitado em 09/12/2010.
  2. Governo do Estado de São Paulo. Rede de Reabilitação Lucy Montoro. Visitado em 09/12/2010.
Precedido por
Sylvia Lutfalla Maluf
Primeira-dama do estado de São Paulo
19831986
Sucedido por
Alaíde Quércia