Madeira compensada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Brinquedo feito de contraplacado ou madeira compensada.

Contraplacado (português europeu) ou madeira compensada (português brasileiro) é um derivado de madeira feita de finas placas de entalho de madeira.

As camadas são coladas umas às outras cada uma com seu grão perpendicular às camadas adjacentes para maior força. Há geralmente um número ímpar de dobras, porque a simetria faz com que o placado seja menos propenso a entortamentos, e o grão nas superfícies exteriores segue sempre o mesmo sentido. As dobras são ligadas sob o calor e a pressão com colas fortes, geralmente com resina fenólica, fazendo da madeira compensada um tipo do material composto. O contraplacado é geralmente chamada de a madeira original projetada.

Uma razão comum para usar a madeira compensada em vez da madeira lisa é sua resistência ao rachamento, ao encolhimento, à torção, e ao seu alto nível de força. Esta substituiu muitos outros tipos de madeira em aplicações de construção por estas razões.

Contraplacado de qualidade média.

Tipos[editar | editar código-fonte]

O Compensado é um material confeccionado a partir de madeira seca (naturalmente ou por secagem forçada em estufa própria), originária de reflorestamento ou não, sendo confeccionado por meio da colagem de peças obtidas com o simples das peças. Os principais tipos:

  • Laminado: São obtidas diversas lâminas de madeira, de mesma espessura, que são coladas em camadas sucessivas umas sobre as outras, sendo os veios da madeira colocados perpendicularmente aos da camada anterior.
  • Laminado e folheado: Confeccionado da mesma forma que o compensado laminado, recebe como acabamento final de suas superfícies, uma pequena folha fina de madeira, diferente daquela madeira que foi utilizada na confecção das lâminas internas do compensado (ex.: cerejeira, mogno, sucupira, etc.)
  • Sarrafeado: São cortados diversos sarrafos de madeira, de mesma espessura e largura, que são colados lado a lado, de modo a formarem uma chapa. Nesse caso os veios da madeiras são colocados todos na mesma direção.
  • Sarrafeado laminado: Confeccionado da mesma forma que o compensado sarrafeado, recebe como acabamento final de suas superfícies uma pequena folha fina de madeira, diferente daquela madeira que foi utilizada na confecção das lâminas internas do compensado (ex.: cerejeira, mogno, sucupira, etc.)
  • Além destes modelos já citados, o Uniply, ou compensado unidirecional, consiste na montagem de camadas, todas em uma só direção;que,juntadas com resinas especiais, compõem a estruturas, processo possibilitado do ordenamento em peças maiores que não encontramos na natureza.
  • A estrutura de um móvel de madeira é muito forte em relação aos concorrentes principalmente se obtidas de madeiras duras ou de alta densidade, no entanto o uso de madeira reflorestada (rewood, é muito comum hoje em dia. Dentre as várias espécies de pinho as mais comuns no Brasil são o Pinus Taeda, e o Pinus Elliots, ambos de origem do hemisfério norte tem grande possibilidade mecânica além da tração por prensagem e colagem.
  • Os modelos de peças unidirecionais confeccionados até hoje só tiveram resultados positivos em florestas cujo tempo de maturação seja elevado, ou seja florestas com mais de 35 anos de idade, o que caracteriza um material confiável para aplicação em móveis e utensílios, desde que necessária usinagem e resistência. Peças estreitas podem surpreender em flexibilidade podendo suportar maior tensão que muitos metais, além da maleabilidade e custo relativamente menor. o Isolamento acústico, principalmente para caixas acústicas, estas montadas com resinas especiais.
  • O numero de camadas de lâminas é determinante para a capacidade de tração e isolamento, quanto maior o número de camadas e quanto mais fininhas, maior a resistência, como em uma corda de cabelos.
  • A temperatura influencia muito na compactação do material que recebe pressões diferenciadas para cada resina utilizada, podendo ser utilizado resinas as mais diversas.
  • A pressão determinará o nível de resistência e pode ser medida entre 100 e 200 kgf/cm².
  • As resinas vão determinar o grau de resistência a humidade (sendo a ureia formol a mais barata mas pior neste parâmetro, a melanina é intermédia e a fenólica é a mais cara mas com melhor comportamento face à água).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Madeira compensada